BUSCAR
BUSCAR
Doação
Hemonorte convoca doadores para repor estoque de sangue, que está crítico
No momento, a unidade conta com pouco mais de 200 bolsas, o que está comprometendo as demandas transfusionais

10/06/2020 | 15:29

Com estoque crítico, o Hemocentro do RN (Hemonorte) está convocando doadores e sensibilizando a população do Estado para abraçar a causa da doação e aumentar o número de bolsas de sangue.

Os interessados devem comparecer ao Hemonorte, localizado na  Av. Alexandrino de Alencar, 1800, Tirol, (próximo ao Parque das Dunas/Bosque dos Namorados) – de segunda a sábado, das 7h às 18h.

No momento, a unidade conta com pouco mais de 200 bolsas, o que está comprometendo as demandas transfusionais. Para normalizar o estoqu,e o Hemonorte precisa ter diariamente mil bolsas de sangue prontas para uso.

Para receber os doadores, o Hemonorte tomou as medidas necessárias para evitar o aglomerado de pessoas e disponibilizou álcool em gel em todas as etapas do processo, além de ter intensificado a higienização dos ambientes, ressaltando que o uso de máscara é item obrigatório.

“Doar sangue é um ato voluntário e seguro que não provoca risco ou prejuízo à saúde. O consumo de sangue é diário e contínuo, pacientes que estão fazendo outros tipos de tratamento como o câncer e outras doenças graves estão precisando de sangue para viver”, falou a Diretora do Departamento de Apoio Técnico do Hemonorte, Miriam Mafra.

Para doar é preciso que a pessoa tenha de 16 a 69 anos, esteja em boas condições de saúde e pese mais de 50 quilos. Recomenda-se evitar o consumo de alimentos gordurosos quatro horas antes da doação. A ingestão de bebidas alcoólicas tem de ser interrompida 12 horas antes da doação.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]rarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.