BUSCAR
BUSCAR
Incerteza
Estudantes potiguares estão preocupados com a suspensão do Sisu e ProUni
Programas de ingresso no ensino superior foram suspensos após determinação da Justiça, motivada por pedido da Defensoria Pública da União
Pedro Trindade
28/01/2020 | 15:47

Com a liminar de suspensão da divulgação do resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), estudantes potiguares estão aflitos por não conseguirem acessar o site para saber se foram ou não selecionados para o curso que pretendiam.

O cronograma do Sisu programava esta terça-feira (28) para divulgação do resultado. Agora, a data segue sem previsão. A Advocacia-Geral da União (AGU) recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para anular a decisão, nesta segunda-feira (27), mas até o momento não teve nenhum parecer.

Wagner Santos, de 19 anos, teve problema na nota de matemática, solicitou a correção ao Ministério da Educação (MEC) e não teve retorno. “Ela foi abaixo da média e não pude me inscrever em nenhum curso de universidade que exigia nota mínima. Estou muito prejudicado com essa situação”, comentou.

Aguardando uma decisão final da Justiça, o estudante Anderson Mendes, de 19 anos, diz que está apreensivo com o resultado, pois alegou depender desta informação para decidir seu futuro. “Eu não tenho muito o que fazer nesta situação, pois só o ministro é quem tem alçada para resolver algo. O jeito é esperar. Mas confesso que estou preocupado com tudo isso”, revelou.

Segundo Anderson, que quer cursar Física, os demais alunos da Escola Estadual Professor Josino Macedo, onde estuda, também estão com o mesmo problema.

Procurada, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte disse que, até o presente momento, não recebeu nenhuma notificação do MEC sobre a suspensão do resultado do Sisu. “Estamos com a informação do calendário anteriormente divulgado. Dessa forma, aguardamos comunicado do Ministério sobre a situação. Nosso cronograma de cadastramento permanece mantido, com início nesta quinta-feira (30)”, detalhou a pró-reitora de Graduação da UFRN, Maria das Vitórias de Sá.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) também não receberam informações do MEC sobre o assunto e, por enquanto, seguem com o calendário de matrículas normalmente.

A incerteza está presente nos projetos de Joyce Varela, que fez o Enem pela terceira vez. Para ela, não saber do resultado a deixa descrente de seus sonhos. “Depositamos meses de nossas vidas para os estudos com o objetivo de viver melhor, realizar projetos pessoais e profissionais. Ser tratada sem compromisso, não me faz acreditar de que eu possa tentar isso”, desabafa.

ProUni teve inscrições suspensas

Além do Sisu, as inscrições para o Programa Universidade para Todos (Prouni) foram suspensas pelo Ministério da Educação nesta segunda-feira (27). Atividade estava prevista para iniciar nesta segunda-feira. O ministério ainda não estipulou nova data.

Com a também suspensão do ProUni, a candidata Andressa Silva diz que seu acesso ao ensino superior ficou mais limitado. “O Sisu já estava nesse dilema desde o começo dos resultados. Agora, saiu que o ProUni também vai ser suspenso até corrigirem tudo. Mas será que vão corrigir? Será que terei como tentar entrar em uma universidade?”, indagou.

No Rio Grande do Norte, 119.324 candidatos foram confirmados para edição 2019 do Enem.

Suspensão do Sisu

A decisão pela suspensão do Sisu aconteceu na sexta-feira (24), quando a Justiça Federal de São Paulo havia determinado a suspensão da divulgação dos resultados do Sisu até que o governo federal demonstre a correção das provas do Enem em que estudantes de todo o país apontaram problemas. O tribunal deu prazo de cinco dias para o cumprimento da decisão, sob pena multa diária de R$ 10 mil. A decisão foi motivada por pedido da Defensoria Pública da União (DPU).

No domingo (26), a desembargadora Therezinha Cazerta, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), decidiu manter em vigor liminar concedida pela primeira instância da Justiça Federal, sob alegação de que o governo ainda precisa dar um posicionamento “seguro e transparente” sobre a correção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, cuja nota é usada pelos estudantes para fazer inscrição no Sisu e concorrer a vagas em universidades públicas em todo o país.

Suspensão do ProUni

A decisão foi tomada após o Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) suspender a divulgação do resultado das inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Segundo o MEC, o cronograma do do Sisu e o do Prouni, ambos programas de acesso à educação superior, só serão divulgados após uma decisão final da justiça.

*Com informações da Agência Brasil

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.