BUSCAR
BUSCAR
Números
Coronavírus já causa mais mortes que acidentes de trânsito em BRs
Dados da PRF mostram que 19 pessoas morreram nas BRs que cortam o RN no primeiro trimestre. Covid-19 matou 19 pessoas em apenas 20 dias
Redação
16/04/2020 | 03:00

Com 19 mortes registradas em menos de um mês, a mortalidade do coronavírus no Rio grande do Norte é igual ao de óbitos por acidentes de trânsito nos três primeiros meses deste ano nas rodovias federais que cortam o estado. O levantamento foi feito pelo portal Agora RN.

Para efeitos de comparação, de acordo com informações prestadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), os óbitos em rodovias federais do Rio Grande do Norte levaram três meses para atingir os índices alcançados pela Covid-19 em 2020: a décima nona morte em acidente automobilístico foi registrada no terceiro mês do ano, em março, quando duas pessoas morreram nas estradas federais do Estado, elevando o número total para 19.

Os dados da PRF apontam que em janeiro de 2020 ocorreram 14 mortes nas estradas federais do RN. Foi o maior registro do ano.

Em fevereiro, foram três mortes, além das duas notificações de março, mês em que a governadora Fátima Bezerra adotou as medidas de isolamento social como forma de enfrentamento ao novo coronavírus.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou também os dados referentes aos índices de acidentes nas rodovias monitoradas pela própria instituição. A redução gradativa nos números desse tipo de ocorrência aponta também para uma diminuição na quantidade de feridos e feridos graves nesses locais ao longo dos três primeiros meses de 2020.

Em janeiro foram 127 acidentes registrados; em fevereiro o número caiu para 115. A maior redução aconteceu no mês seguinte: em março foram 66 acidentes – queda de 42,6% em relação ao mês anterior. As estatísticas sobre feridos e feridos graves acompanharam a queda e seguiram a tendência de diminuição.

Em janeiro, 157 pessoas ficaram feridas em acidentes; destas, 61 tiveram ferimentos graves. Em fevereiro veio a primeira redução no número de feridos e o número caiu para 119, dos quais 37 ficaram feridos gravemente; em março, feridos eram 79, dentre os quais, 16 tiveram lesões graves.

Apesar das reduções nas estatísticas ao longo dos três primeiros meses de 2020, o cenário muda de figura quando comparado a igual período do ano passado. Apenas o número de acidentes em 2020 apresentou queda em relação ao primeiro trimestre do ano anterior. São 89 acidentes a menos que em 2019, quando o número ficou em 297, ante 208 deste ano.

Em contrapartida, mortos, feridos e feridos graves aumentaram nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2020, na comparação com igual período de 2019. No ano passado, as rodovias federais do estado tiveram 15 mortes, contra 19 neste ano. Feridos em 2019 foram 354, ante 355 em 2020. Já feridos graves somavam 109 no trimestre inicial de 2019, contra 114 no mesmo período deste ano.

Atualmente, o Rio Grande do Norte tem 399 casos confirmados do novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), atualizado nesta quarta-feira (15). Casos suspeitos são 2.247 e descartados, 2.155. E foram registradas 19 mortes. O primeiro registro óbito em decorrência da doença aconteceu em 28 de março. A primeira vítima foi o professor Luís de Souza, de 61, que faleceu em Mossoró.

Somente nesta quarta-feira (15), segundo o Ministério da Saúde, um total de 204 de pessoas morreram em decorrência da Covid-19 no Brasil, o maior número já registrado em 24 horas desde o início na pandemia. O número é praticamente a metade média diária de falecidos no trânsito em 2019: 111.

Com 40.721 vítimas em 2019, de acordo com dados do relatório anual da Líder, administradora do seguro DPVAT.

As mortes no trânsito são a décima principal causa de mortalidade do Brasil. O ranking é encabeçado pelas vítimas de problemas de saúde como câncer (223.757) e doenças do coração (175.950) e cerebrovasculares (99.904), segundo o Datasus de 2018, plataforma de dados sobre mortalidade do Ministério da Saúde.

Rodovias estaduais

Os índices das rodovias estaduais divulgados ao Agora RN pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RN) indicam uma redução no número de acidentes e de feridos no primeiro trimestre de 2020 em comparação aos três primeiros meses de 2019.

De acordo com as estatísticas, de janeiro a março deste ano, foram 971 acidentes. Em 2019, foram 1.039, com mais de 300 ocorrências em cada um dos três primeiros meses do ano.

Feridos em acidentes nas rodovias estaduais somam 2.001 neste começo de ano. Igual período de 2019 registrou 2.135 pessoas lesionadas. O Detran informou que não tem dados sobre óbitos, porque, segundo o próprio Departamento de Trânsito, parte das mortes não acontece no local de acidente.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.