BUSCAR
BUSCAR
Contenção
Consórcio Nordeste proporciona redução de custo de medicamentos para o RN
Foram comprados em fevereiro seis tipos de fármacos de forma conjunta com outros estado, chegando a 63,47% a redução em um item individual
Redação
03/03/2020 | 16:12

A Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat) fez a primeira aquisição de medicamentos através do Consórcio Nordeste. Foram comprados em fevereiro seis tipos de medicamentos de forma conjunta com outros estados, o que possibilitou uma economia de 27% dos custos para a Sesap, chegando a 63,47% a redução em um item individual.

O diretor geral da Unicat, Ralfo Medeiros, ressaltou a importância da economia com os medicamentos adquiridos, que representam grande impacto, ou pelo custo, ou por atenderem a um grande número de usuários. “A redução dos custos mostra que o objetivo do consórcio foi atingido”.

O Edital realizado pelo Consórcio contemplou dez medicamentos, dos quais a Unicat adquiriu seis, indicados para osteoporose, asma grave, acne grave, doença de Crohn e mioma. Os medicamentos foram empenhados e a Unicat aguarda a entrega. Dos dez itens ofertados, quatro a Sesap já dispõe, por isso não houve a necessidade da compra de todos os itens.

O Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste foi assinado pelos governadores nordestinos em março de 2019, durante o Fórum de Governadores do Nordeste. Trata-se de uma parceria jurídica entre nove Estados da região para ações de interesse comum em áreas como saúde, educação e segurança.

Na área da saúde, o objetivo é realizar compras coletivas de material e medicamentos. A compra de forma conjunta pode gerar economia nas aquisições, diferente dos processos licitatórios individuais.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.