BUSCAR
BUSCAR
Saúde
Barreiras sanitárias no RN estão em pauta para prevenção de coronavírus
Ação pode ser considerada por Secretaria de Saúde Pública do RN, mas apenas após posicionamento do Ministério da Saúde
Redação
23/01/2020 | 17:14

Barreiras sanitárias no Rio Grande do Norte estão sendo cogitadas para prevenção de casos de coronavírus pela Secretaria de Saúde Pública (Sesap). O objetivo é realizar fiscalizações em aeroportos e rodoviárias a fim de conter possível epidemia que está assustando o mundo. O fato ainda deve ser discutido após decisão do Ministério da Saúde, mas Sesap considera a opção. Apesar da preocupação do Estado, Ministério da Saúde atualmente descarta a suspeita do vírus no Brasil.

O coronavírus é uma grande família viral que causa infecções respiratórias em seres humanos e animais. As infecções pelo coronavírus pode causar doenças respiratórias leves a moderadas, parecidas com um resfriado comum. Porém, também podem causar síndromes respiratórias graves, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), que teve seus primeiros relatos na China, em 2002. A doença se disseminou rapidamente para mais de doze países na América do Norte, América do Sul, Europa e Asia, infectando mais de 8.000 pessoas e causando aproximadamente 800 mortes, antes da epidemia global de SARS ser controlada em 2003. Desde 2004, nenhum caso de SARS tem sido relatado mundialmente.

Em 2012, foi isolado outro novo coronavírus, distinto daquele que causou a SARS no começo da década passada. Esse novo coronavírus era desconhecido como agente de doença humana até sua identificação, inicialmente na Arábia Saudita e, posteriormente, em outros países do Oriente Médio, na Europa e na África. Todos os casos identificados fora da Península Arábica tinham histórico de viagem ou contato recente com viajantes procedentes de países do Oriente Médio (Arábia Saudita, Catar, Emirados Árabes e Jordânia).

Em 2019, na China, morreram 25 pessoas em nova epidemia de coronavírus no país, segundo autoridades. Mais de 600 pessoas foram afetadas pela doença. Até agora, além da China, foram notificados casos da doença na Tailândia, Coreia do Sul, Taiwan, Japão, Estados Unidos, Singapura, Arábia Saudita e Vietnã. A Organização Mundial da Saúde (OMS), durante reunião do comitê, declarou nesta quinta-feira (23) que ainda não é hora de declarar o coronavírus como uma emergência global.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.