BUSCAR
BUSCAR
Pandemia
Baixo isolamento social no fim de semana preocupa Governo do RN
Taxa de isolamento social foi de 39,1% e não houve, nos últimos dias, redução na taxa de transmissibilidade do vírus
Redação
22/06/2020 | 19:29

O Governo do Rio Grande do Norte realizou nesta segunda-feira (22) mais uma coletiva de imprensa para atualizar os dados da Covid-19 no estado. O secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, explicou sobre as questões econômicas e a recomendação dos Ministérios Público Estadual (MPE), Federal (MPF) e do Trabalho MPT), recomendando que não inicie o plano de retomada das atividades econômicas no próximo dia 24, uma vez que não foi atingida a taxa de 70% dos leitos críticos ocupados.

De acordo com o secretário, a recomendação formalizada hoje pelos MPs nasceu de uma reunião virtual dos promotores e procuradores na última sexta (19), com o Governo do Estado, na qual os representantes ministeriais já haviam adotado uma posição firme com relação à defesa de que não se iniciasse a retomada nesse momento, principalmente, por não haver o alcance do percentual de ocupação dos leitos críticos.

Na última quinta, o Governo publicou portaria com os critérios para a primeira fase do plano de retomada das atividades econômicas no estado. As medidas foram definidas em conjunto com o setor produtivo, representado por instituições como a Federação das Indústrias do RN (Fiern) e Federação do Comércio do RN (Fecomércio). O plano deverá acontecer em 4 fases, divididas em 3 frações cada.

Carlos Eduardo afirmou que a situação financeira do Estado é crítica do ponto de vista econômico com queda na arrecadação em torno de 20% e a situação da economia como um todo. Ele citou que mais de dez mil pessoas perderam o emprego no último mês de abril. “O momento é muito delicado e o Governo, com muita responsabilidade, vai tomar a medida mais cabível neste momento”, afirmou.

Dados

A coordenadora de redes de atenção à saúde da secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Samara Dantas, informou que continua crescendo a incidência de novos casos de Covid 19 no estado. No fim de semana a taxa de isolamento social foi de 39,1% e não houve, nos últimos dias, redução na taxa de transmissibilidade do vírus.

A taxa de ocupação de leitos é de 93% em todo o RN, com 763 pessoas internadas em leitos críticos e clínicos nos hospitais públicos e privados. Na 2ª Regional de Saúde (Mossoró e cidades vizinhas) 94%, 4ª Regional de saúde (Caicó e entorno) 82%, 6ª Regional (Pau dos Ferros) 84%, 7ª Regional (Natal e Grande Natal), 96%, 3ª Regional (João Câmara) 100%.

Os casos confirmados são 19.910, 31.149 descartados, 730 óbitos confirmados (11 nas últimas 48 horas), 80 óbitos em investigação. A taxa de isolamento social está em 39%. A fila de regulação para leitos críticos tem 53 pessoas e 21 aguardando transporte sanitário.

A Sesap concluiu, por chamada pública, a contratação de mais um Hospital referência para Covid, o Hospital Memorial São Francisco, em Natal, com quatro leitos de UTI pelo SUS.

“Apesar da ampliação da oferta de leitos, a situação permanece delicada. Ainda não há redução da taxa de transmissibilidade, que está acima de 1, ou seja, cada infectado transmite para mais de uma pessoa e é preciso manter e ampliar o isolamento que está em apenas 39,1%”, concluiu Samara Dantas.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.