BUSCAR
BUSCAR
Acidente
Avião que apagava incêndio na Austrália cai e mata três bombeiros
Vítimas eram americanos voluntários para ajudar a combater fogo no país. Ainda não se sabe o que causou a queda, que deixou foco de incêndio ativo
Redação
23/01/2020 | 16:37

Três bombeiros americanos morreram depois que o avião tanque em que eles estavam, um modelo C-130 Hercules, caiu perto de Camberra, capital da Austrália. Eles faziam parte de uma equipe de bombeiros enviados para tentar combater os incêndios no país. As informações são do portal R7.

O governo e o corpo de bombeiros de Nova Gales do Sul confirmaram a queda. Ainda não se sabe o que causou o acidente.

A Coulson Aviation, de Oregon, nos Estados Unidos, disse em nota que um de seus aviões tanques se perdeu depois que saiu de Richmond e que o acidente foi “extensivo”, mas não tinha outros detalhes.

O comissário do Serviço Rural de Bombeiros na Austrália, Shane Fitzsimmons, confirmou que todos os tripulantes da aeronave eram americanos.

“A única coisa que eu tenho dos relatórios de campo é que o avião caiu, ele caiu e teve uma grande bola de fogo associada a queda”, disse. “Infelizmente, tudo o que nós fomos capazes de fazer foi encontrar os destroços e o local da queda, e não fomos capazes de encontrar nenhum sobrevivente”.

Com o acidente, o número de mortos deixado pelos incêndios sobe para 31 desde setembro de 2019. Os incêndios florestais começaram em agosto e já deixaram 1 bilhão de animais mortos, alguns em ameaça de extinção e mais de 10 milhões de hectares destruídos.

A Coulson não vai usar outro avião tanque, reduzindo o número de aeronaves disponíveis para bombeiros em Nova Gales do Sul e Victoria. Um avião desses consegue jogar mais de 15 mil litros de água em uma única viagem.

O Gabinete de Segurança de Transportes da Austrália e a polícia vão investigar o local da queda, que foi descrito como um novo foco de incêndio ativo.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.