BUSCAR
BUSCAR
Propabilidade
Risco de enfarte é maior em pessoas do grupo sanguíneo O, diz estudo
A carência de uma proteína de coagulação deixa as pessoas do grupo sanguíneo O mais vulneráveis
Por Redação
05/05/2017 | 21:15

Existem quatro tipos de grupos sanguíneos: A e O, que são os mais comuns, e o AB e o B, que são os mais raros. Destes quatro grupos sanguíneos, há um que aumenta o risco de enfarte e doenças de coração: o O.

A conclusão é de um estudo apresentado recentemente no Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia e que revela que os grupos sanguíneos A, AB e B apresentam maiores níveis de uma proteína de coagulação do sangue, deixando, assim, o coração mais protegido.

De acordo com a BBC, a investigação analisou mais de um milhão de pessoas e concluiu que 15 em cada mil pessoas com o sangue tipo A, AB ou B sofreram um ataque cardíaco, enquanto a mesma fatalidade afetou 14 em cada mil pessoas com sangue tipo O.

Embora o estilo de vida seja determinante para reduzir ou aumentar o risco de doenças cardíacas, enfartes e ataques de coração, os cientistas da Centro Médico da Universidade de Groningen (na Holanda) detectaram que a carência de uma proteína de coagulação deixa as pessoas do grupo sanguíneo O mais vulneráveis.

Para os investigadores, os dados alcançados com este estudo são a prova de que, num futuro próximo, a análise do grupo sanguíneo de cada pessoa será determinante para revelar precocemente doenças relacionadas com o sangue, o colesterol e o coração, por exemplo.

 

 

Fonte: Notícias ao Minuto

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.