BUSCAR
BUSCAR
Esporte
Vila Olímpica atende a mais de 700 jovens da rede pública de ensino em Macaíba
Espaço de 50 hectares abriga atividades nas áreas de ginástica rítmica, tênis de mesa, xadrez e luta olímpica. Espaço foi idealizado por Fernando Cunha em 2005
Redação
08/03/2018 | 12:52

Um espaço de 50 hectares no município de Macaíba, próximo ao acesso sul do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, pode mudar a vida de centenas de crianças e adolescentes das redes municipal e estadual de educação através do esporte. É a Vila Olímpica de Macaíba, que, além dos programas institucionais, já tem onze eventos no calendário deste ano.

O secretário de Esportes e Lazer de Macaíba, Roberto Medeiros, explica que a Vila Olímpica é um projeto para atender às necessidades de alunos da rede pública e, através de ações paralelas, como o de contraturno, provocar o envolvimento do público alvo com o esporte e, dessa forma, afastá-lo dos riscos que a vulnerabilidade nas ruas pode oferecer como as drogas e a violência.

A Vila Olímpica foi idealizada em 2005 no segundo mandato do prefeito Fernando Cunha (PSD) e deu os primeiros passos em 2006 com a preparação do terreno na Rua José Coelho. Hoje, com as atividades do programa Mais Educação, cerca de 700 alunos e alunas têm atendimento na Vila.

No início, a Vila tinha como projeto inicial a construção de um estádio de futebol com o mesmo desenho do Frasqueirão, o estádio do ABC Futebol Clube, mas seria oferecido ao América, que na época não tinha um campo para jogar. O projeto também incluía três quadras poliesportivas cobertas e um complexo educacional. Fernando Cunha deixou a Prefeitura, e sua sucessora não deu continuidades às obras, em 2008.

Ao voltar à Prefeitura em 2013, Cunha retomou o projeto da Vila Olímpica. Roberto Medeiros disse que descobriu que os recursos federais ainda estavam disponíveis na Caixa. Não haviam sido devolvidos ao governo federal. “Fizemos uma readequação do projeto com ajuste e conseguimos reaver os recursos”, destaca Medeiros.

As obras foram concluídas e hoje, além das três quadras poliesportivas cobertas e o complexo educacional foram construídos três campos de futebol gramado para os jogos no município, duas quadras de futebol society com grama sintética, dez quadras de areia (6 de vôlei e futvolei, 4 de beach soccer, 2 de tênis), além de uma pista de atletismo que está preparada para receber pista sintética.

“Foi construído um ginásio para ginástica artística”, contabiliza Roberto Medeiros. Segundo ele, o projeto é resultado também de uma readequação.

Na época do governo Rosalba Ciarlini, o RN se comprometeu a construir um ginásio para ginástica em convênio com a Federação Nacional de Ginástica e o Ministério dos Esportes para a instalação de equipamentos para a modalidade, seria o único estado do Nordeste e contar com a estrutura. Resultado: não foi construído e o estado corria o risco de perder os equipamentos.

Roberto Medeiros esclarece que a Prefeitura de Macaíba assinou um termo se comprometendo a construir o galpão para receber esse material que é um ginásio para treino que pode ser utilizado, também, para se instalar um arquibancada móvel.

Hoje, o projeto tem a ginástica artística e um projeto com a Caixa Econômica , Federação de Ginástica e Prefeitura que acolhe 150 meninas de 5 a 9 anos na ginástica rítmica que atende alunos da rede municipal, estadual e até da rede privada. A Vila ainda aulas de tênis de mesa, xadrez e luta olímpica.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.