BUSCAR
BUSCAR
Isolamento
Rotina do potiguar Ítalo Ferreira durante a pandemia tem surfe, pesca e até futmesa
Cumprindo a quarentena obrigatória em Baía Formosa, no litoral Sul do Rio Grande do Norte, o campeão mundial de surfe retornou às origens e aproveita o tempo livre para treinar ao lado dos amigos e passar mais tempo com a família
Redação
29/06/2020 | 06:25

Apesar da pandemia do novo coronavírus, o surfista Italo Ferreira não perdeu o seu contato com o mar. Cumprindo a quarentena obrigatória em Baía Formosa, no Rio Grande do Norte, ele retornou às origens e está aproveitando o tempo livre para treinar ao lado dos amigos e passar mais tempo com a família. “A minha quarentena está sendo produtiva. Estou indo surfar todos os dias e também aproveito para pescar e jogar futmesa com os amigos”, contou o atual campeão mundial, que admite estar preocupado com a propagação da Covid-19.

“Estou me cuidando, seguindo todas as regras. Tento manter distância das pessoas porque não sabemos quem está infectado. Também tento ficar sempre com as mesmas pessoas e aproveitar a vida da melhor maneira possível. Sei que o mundo está passando por um dos seus momentos mais difíceis. Já pesquisei e vi que existiram outras pandemias, mas eu não vivi esse momento, e para não ficar pensando muito a gente tenta sempre fazer alguma coisa e ajudar outras pessoas que precisam”, complementou o surfista.

Italo também diz que estar em Baía Formosa faz ele relembrar o passado. “Tenho vivido como se estivesse no início da carreira, quando eu entrei no surfe. Estou indo surfar com as mesmas pessoas que ficavam comigo quando eu era criança. Surfo por horas. A gente se diverte, joga bola em casa, tem o futmesa… Estou curtindo”, disse.

Questionado sobre o período pós-quarentena, o surfista acredita que “será difícil”. “Acho que a maior dificuldade vai ser abraçar as pessoas. Só estamos dando oi de longe, toque de ombro .. Não é legal. As vezes a gente precisa sentir um aperto de mão, um abraço, a energia da pessoa. Acredito que isso vai ser o mais difícil porque vamos estar com medo de chegar perto das pessoas”.

Próximas competições

Com vaga assegurada nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, que serão em 2021, Italo diz que o momento é de aguardar. “Estava ansioso para esse ano, mas infelizmente mudou tudo. O Brasil está bem representado em Tóquio”, avalia.

O brasileiro também vive a expectativa para o retorno do Circuito Mundial. Por causa da pandemia, a World Surf League (WSL, na sigla em inglês) anunciou um novo formato para a temporada de 2021, com mudanças para decidir os campeões. A partir do próximo ano, os dois melhores surfistas vão disputar um confronto direto no último dia da temporada. Como foi no ano passado, quando Italo conquistou o título decidido na final contra o compatriota Gabriel Medina em Pipeline, no Havaí.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.