BUSCAR
BUSCAR
Situação econômica
Quatro anos após o 7 a 1, patrocinadores voltam a apoiar a seleção brasileira
Em 2014, com um Mundial em casa e numa situação econômica ainda estável, a CBF arrecadou US$ 359 milhões (cerca de R$ 1,1 milhão em valores atuais) com patrocínios
Estadão
27/03/2018 | 12:22

Quatro anos depois da pior humilhação do futebol brasileiro, com a goleada de 7 a 1 contra a Alemanha na Copa do Mundo de 2014, e a prisão e afastamento de dirigentes da CBF, a seleção brasileira bate recorde de patrocínios.

Em 2014, com um Mundial em casa e numa situação econômica ainda estável, a CBF arrecadou US$ 359 milhões (cerca de R$ 1,1 milhão em valores atuais) com patrocínios.

Hoje, quatro anos depois e mesmo depois de uma forte recessão, a renda já supera a marca de meio bilhão de reais. Em 2016, pelos números oficiais da entidade, o valor arrecadado com o marketing já havia sido de R$ 410 milhões. Fontes da CBF confirmaram ao Estado que, em 2017, esse valor superou a marca de R$ 500 milhões e deve se manter no mesmo nível em 2018.

Uma das estratégias ainda foi a de blindar a seleção, fazendo uma clara separação entre a crise vivida pela direção da CBF e os resultados em campo.

Além dos patrocinadores, a CBF ainda criou desde dezembro de 2017 um programa de licenciamento de produtos. Em apenas três meses, já certificou no mercado 200 produtos, o que deve abrir uma nova fonte de renda. Até hoje, os contratos de licença de produto estavam nas mãos da Nike, que não os implementou. A CBF, portanto, recuperou os direitos e passou a aplicá-los.

A expansão dos negócios permitiram que a CBF até mesmo se aproxime dos volumes arrecadados pelo marketing da Alemanha, atual campeã do mundo. Em 2017, a DFB, a Federação Alemã de Futebol, atingiu R$ 496 milhões com patrocinadores.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.