BUSCAR
BUSCAR
Futebol
Fluminense inicia 2020 com novo técnico e sem reforços
Em 2019, tricolor não conseguiu nenhum título
Agência Brasil
30/12/2019 | 17:50

Em 2019, o Fluminense mudou de presidente (Pedro Abad antecipou as eleições e Mario Bittencourt, com Celso Barros como vice, assumiu o comando do tricolor carioca). Apesar da troca de poder, o time tantas vezes campeão não conquistou nenhum título neste período. Na Copa Sul-Americana caiu nas semifinais diante do Corinthians, enquanto na Copa do Brasil ficou nas oitavas de final ao ser batido pelo Cruzeiro.

No Brasileirão, o tricolor viveu a ameaça do rebaixamento e viu Fernando Diniz, Oswaldo de Oliveira e Marcão se revezarem no comando técnico do time. O Fluminense encerrou a competição na 14ª colocação, e conseguiu uma vaga para disputar a próxima edição da Sul-Americana.

Em 2020, Odair Hellmann (que trabalhou no Internacional em 2019) será o treinador do clube das Laranjeiras. Por enquanto, nenhum reforço foi confirmado, e a diretoria luta para renovar os contratos de alguns jogadores do atual elenco, como os volantes Allan e Caio Henrique.

Com pouco dinheiro em caixa, a valiosa base de Xerém deve ganhar ainda mais espaço entre os profissionais no ano que se inicia. 

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.