BUSCAR
BUSCAR
Previsões
Estatístico aponta ABC com apenas 3,7% de chances de acesso à primeira divisão
Segundo estatístico paulista, Alvinegro tem 23,1% de chances de ser rebaixado, 3,7% de chances de acesso e apenas 0,3% de vencer a Série B
Rodrigo Ferreira
11/05/2017 | 14:09

Nesta sexta-feira 12, a Série B do Campeonato Brasileiro será iniciada oficialmente. O ABC, único representante potiguar na segunda divisão do futebol canarinho, está com sua estreia agendada para o próximo sábado 13, no Estádio Maria Lamas Farache, contra o Paraná Clube. Será a primeira de 38 rodadas que se arrastarão até o final do ano, onde serão conhecidos os quatro novos componentes da Série A e os quatro clubes rebaixados para a Série C do ano que vem.

Em entrevista recente concedida ao Agora Jornal, o vice-presidente de futebol abecedista, Leonardo Arruda, frisou que o objetivo principal do Alvinegro neste ano será a conquista do acesso para a elite brasileira. A meta, entretanto, parece distante de ser alcançada para os matemáticos do mundo da bola. Pelo menos é isso que disse o responsável pelo site especialista em estatísticas do futebol, Chance de Gol.

Liderado pelo estatístico graduado e pós-graduado pela Universidade de São Paulo (USP) Marcelo Leme de Arruda, o site já apontou suas primeiras previsões para o Campeonato Brasileiro da Série B deste ano. Segundo as informações divulgadas pelo veículo, a briga do ABC na atual edição do certame deve ser meramente pela permanência na segundona, assim como ocorreu nas últimas participações alvinegras na divisão.

De acordo com os cálculos, o time de Ponta Negra tem apenas 3,7% de chances de subir, 0,3% de chances de ser campeão e 23,1% de chances de ser rebaixado. Os números, no entanto, são considerados ‘neutros’ se comparados com o de alguns outros times inclusos no Campeonato e que possuem mais chances de cair para a terceira divisão, como por exemplo Ceará-CE (26,9%) e Vila Nova-GO (35,9%).

Ainda segundo os números disponibilizados por Marcelo Leme, as equipes que mais tem chances de serem rebaixadas para a Série C do ano que vem são Oeste-SP (75,8%), Juventude-RS (67,7%), Figueirense-SC (61,7%) e Guarani-SP (39,9%), seguidos pelos outros dois citados anteriormente e, logo depois, pelo ABC. Ou seja, antes do início do Campeonato, o Alvinegro de Natal é a sétima equipe com maior probabilidade de ser rebaixada em 2017, seguindo a lógica do estatístico especializado.

Do lado oposto da situação, o Chance de Gol está apontando Internacional-RS (83,5%), Paraná-PR (49,9%), Goiás-GO (46,5%) e Boa Esporte-MG (43,8%) como os principais postulantes ao acesso à primeira divisão. Eles são seguidos de perto pelo Náutico-PE (42,2%), Londrina-PR (29,2%), Luverdense-MT (26,0%) e Santa Cruz-PE (20,0%) na briga por uma das quatro vagas na Série A de 2018.

No quesito ‘título’, como não poderia ser diferente, o Internacional também lidera e é o mais cotado a faturar o caneco da segundona, com 44,9%. O segundo time com maior probabilidade de vencer a competição é o Paraná, com 11,3%. Depois aparece o Goiás com 10,6% e o Náutico com 8,5%. O Boa Esporte-MG é o quinto clube mais cotado, bem próximo do Timbu, com 8,4%.

Sobre os cálculos

As possibilidades de título, classificação e rebaixamento fornecidas pelo site Chance de Gol são obtidas com base nas probabilidades de vitória, empate e derrota de cada clube calculadas para cada um dos jogos ainda não realizados da Série B do Campeonato Brasileiro. A partir de milhares de simulações de todos os 38 jogos da competição é são contabilizadas as possibilidades de cada uma das equipes.

Segundo as informações fornecidas pelo próprio site, as probabilidades de cada resultado dependem basicamente da força de cada oponente. Tais forças, após quantificadas e ordenadas, são divulgadas mensalmente nos Rankings Chance de Gol de Seleções, Brasileiro de Clubes e Mundial de Clubes.

As forças calculadas e divulgadas nos Rankings Chance de Gol visam medir e ordenar o status atual dos clubes brasileiros e dos clubes e seleções de todos os continentes. Trata-se, portanto, de um conceito diferente dos rankings frequentemente publicados por revistas e jornais, que pretendem apurar “as melhores equipes da história”, independentemente de seu nível técnico atual.

Os Rankings Chance de Gol são, na verdade, ratings, se assemelhando em conceito aos rankings da FIFA, da IFFHS e da ATP, por exemplo, no sentido em que tem por objetivo apurar “as melhores equipes da atualidade”, independentemente de seu currículo histórico.

Resumindo: os cálculos das forças (rankings) de cada time se baseiam unicamente nos resultados (placares) dos jogos realizados no período dos últimos 12 meses e contemplam as partidas válidas pelos Campeonatos Brasileiros das Séries A, B, C e D, Copa do Brasil, Copa do Nordeste, Copa Verde, Campeonatos Estaduais que tenham pelo menos um clube incluso nas Séries A e B e as fases finais dos estaduais que tenham pelo menos uma equipe na Série C.

Diante de todo o apurado, os cálculos são finalizados e apresentados ao público no site oficial do estatístico, aproveitáveis para fins de análise de treinadores, comissões técnicas e diretores dos principais clubes do futebol brasileiro.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.