BUSCAR
BUSCAR
Avaliação
“Desempenho sem resultado não tem sentido”, diz Roberto Fernandes
Para o técnico do Alvinegro, últimos resultados da equipe no Campeonato Brasileiro da Série C são contraditórios ao futebol que vem sendo apresentado
Junior Lins
29/07/2019 | 09:58

O ABC empatou sem gols com o Santa Cruz-PE, no último sábado, 27, no estádio Frasqueirão, e viu escapar dentro de casa mais uma ótima oportunidade de sair da zona de rebaixamento. Com a derrota do Globo para o Treze-PB no dia seguinte, uma vitória abecedista teria colocado o time fora do Z2, lugar onde figura desde o primeiro turno da competição e tem aterrorizado os torcedores.

Mas se o resultado não veio, pelo menos a entrega do time foi reconhecida pela torcida, que não vaiou a equipe ao término do jogo. Na entrevista coletiva, o técnico Roberto Fernandes corroborou com o pensamento e ainda cravou: os últimos resultados do time na Série C são contraditórios ao desemprenho. Porém, a necessidade da vitória aumenta cada vez mais.

“Eu ainda não tinha vivido uma situação como essa. A fase do ABC, no que diz respeito ao resultado, é absolutamente incompatível com o que o grupo vem treinando e jogando. Agora, todos nós sabemos que desempenho sem resultado não tem sentido, não é?”, questionou o treinador, visivelmente abalado pelo fato do ABC não ter conseguido furar o bloqueio pernambucano, apesar da ótima partida realizada.

Com o novo empate, o Alvinegro chegou aos três jogos consecutivos sem vitória na competição, agora ocupando a lanterna do Grupo A, com dois pontos atrás do Globo (primeiro time fora da zona de rebaixamento). Restando apenas quatro jogos para o término da competição, a tabela se tornou outra adversária da equipe, que fará três jogos longe de Natal e apenas uma no Frasqueirão.

“Estamos numa fase muito carregada. Meu trabalho principal no nível de desempenho na competição é manter o astral e o lado psicológico deste grupo que, claro, se abateu com este resultado. Se observarmos os dois últimos jogos do ABC, os melhores jogadores foram os goleiros dos outros times. Será que nossos atacantes são tão piores que os dos adversários? Não. É momento e pressão por não poder errar”, explicou.

O técnico disse também que o futebol apresentado pela equipe não está abaixo da média na Série C. Para ele, os erros que o time comete são os mesmos que as outras equipes, mas os demais vêm obtendo êxitos nos resultados. “Não está fácil. Outras equipes estão jogando menos que o ABC e estão ganhando. Tivemos duas ou três bolas na trave, o que faltou para a gente, falta para os outros. Só que para os outros a bola entra, essa é a grande diferença”, concluiu.

O ABC volta aos gramados na próxima segunda-feira, 5 de agosto, contra o Ferroviário-CE, na Arena Castelão, em Fortaleza. Depois, o clube seguirá para a cidade de Imperatriz no Maranhão, onde vai encarar o time de mesmo nome. Na sequência, volta para Natal onde encara o Sampaio Corrêa no Frasqueirão, e por último jogará diante do Globo no estádio Barrettão, em Ceará-Mirim.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.