BUSCAR
BUSCAR
Melhor atendimento
Com heliponto, hospital disponibiliza estrutura para receber cirurgia de Neymar
Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, já se prepara para receber jogador da seleção no sábado, 3, quando ocorrerá operação, e toda atenção que sua presença despertará
Agência Estado
01/03/2018 | 18:08

Escolhido pelo médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, para a realização da cirurgia no pé direito de Neymar, o Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, já se prepara para receber o jogador da seleção brasileira no sábado, quando ocorrerá a operação, e toda a atenção que a sua presença despertará. Com isso, disponibilizou sua estrutura para a CBF utilizá-la da melhor maneira.

Na manhã de sábado, em horário ainda a ser determinado, Neymar passará por cirurgia para corrigir uma fratura no pé direito. E há preocupação com a privacidade do jogador e das pessoas próximas a ele, o que poderá levar a CBF a solicitar que uma ala do Mater Dei seja reservada ao jogador do Paris Saint-Germain, que também enviará representantes ao Brasil.

O hospital, que será palco da operação em sua unidade na avenida do Contorno, disponibilizará toda a sua estrutura a Neymar, seu estafe e a CBF, o que incluiu o heliponto do Mater Dei. Com isso, há a expectativa de que o jogador chegue ao local no próximo sábado em um helicóptero, evitando um contato mais direto com fãs e a imprensa.

De qualquer forma, o Mater Dei aguarda definições da CBF para preparar toda os detalhes da logística da operação para a cirurgia de Neymar, que deverá atrair a atenção da imprensa mundial no próximo fim de semana.

Na cirurgia deste sábado, Neymar vai colocar um pino para corrigir a fratura no quinto metatarso do pé direito. Ele se machucou na vitória sobre o Olympique de Marselha, domingo, pelo Campeonato Francês. Ainda não está definido como e onde será o processo de recuperação de Neymar, mas a tendência é de que ele receba alta hospitalar até o próximo domingo.

Neymar desembarcou na manhã desta quinta-feira no aeroporto do Galeão, no Rio, junto com Lasmar. O médico evitou dar um prognóstico específico sobre o tempo de recuperação do atleta, mas admitiu que ele poderá ficar por até três meses sem atuar, o que faria realizar o seu retorno aos gramados às vésperas da Copa do Mundo – a estreia da seleção brasileira na Rússia será em 17 de junho, diante da Suíça.

Isso poderá fazê-lo perder o restante da temporada 2017/2018 do futebol europeu, pois a finalíssima da Liga dos Campeões está agendada para 26 de maio, sendo que uma semana antes se encerrará o Francês, que tem o PSG como líder disparado.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.