BUSCAR
BUSCAR
"Danoso"

Fecomércio diz que ‘Fundo de Equilíbrio Fiscal’ sufocará atividades produtivas do RN

Governo defende instituição de fundo composto por incentivos fiscais concedidos a empresas no âmbito do ICMS
Redação
26/07/2016 | 14:13

Diante da possibilidade da instituição de um fundo de equilíbrio fiscal composto por recursos oriundos de contribuições dos beneficiários de incentivos fiscais concedidos pelo Estado no âmbito do ICMS, que deverá ser votado nos próximos pela Assembleia Legislativa, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio Grande do Norte (Fecomércio RN) já emitiu parecer contrário ao projeto defendido pelo Governo do Estado. De acordo com dados do executivo estadual, o benefício em questão é equivalente a 10% do valor do incentivo usufruído. Confira nota na íntegra:

 A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio Grande do Norte (Fecomércio RN) vem a público repudiar veementemente a forma como vem sendo conduzido o processo de criação do denominado Fundo de Equilíbrio Fiscal do Rio Grande do Norte (Fudern).

Fecomércio diz que ‘fundo de equilíbrio fiscal’ sufocará atividades produtivas do rn

O Fundo, pelo que está sendo proposto, irá impactar, mais uma vez, na competitividade das empresas instaladas no nosso Estado, visto que deverá ser composto por valores oriundos de percentuais dos benefícios fiscais legalmente concedidos a empresas, de todos os segmentos produtivos, que aqui operam, gerando emprego e renda.

Considerando o momento de dificuldades pelo qual passa a economia e o contexto, já bem conhecido, de absoluto sufocamento da atividade produtiva, entendemos o formato como inoportuno, injusto e passível de redundar em aumento contundente das dificuldades financeiras das empresas, com reflexos claros e imediatos na geração de empregos, alimentando um círculo vicioso bastante danoso em toda a economia, inclusive para as contas públicas.

Diante do exposto, a nosso ver, a viabilidade de criação do citado fundo deveria ser motivo de um amplo debate entre os poderes Executivo, Legislativo e a sociedade, sobretudo o setor produtivo, diretamente afetado pela medida. Em caso contrário, entenderemos a medida como um gesto que trará efeitos negativos para a economia e, consequentemente, para o povo do Rio Grande do Norte.

Brasil colherá 297,5 milhões de toneladas de grãos, estima a Conab
Colheita de arroz antes das enchentes evitou maiores problemas
13/06/2024 às 14:50
Prefeitura de Ceará-Mirim antecipa pagamento de parcela do 13°
Pagamento corresponde a 40% dos salários que pela legislação, poderiam ser depositados até 30 de novembro
13/06/2024 às 10:30
Supremo decide que FGTS deve garantir correção pelo IPCA
Proposta não será aplicada a valores retroativos
12/06/2024 às 18:41
Dólar bate R$ 5,43 após Lula criticar mercado e desgaste gerado por MP
Dólar tem maior cotação desde dezembro de 2022
12/06/2024 às 16:37
Câmara aprova e “taxa das blusinhas” agora espera sanção de Lula
Projeto do Mover foi alterado no Senado Federal, e proposta voltou para ser analisada na Câmara dos Deputados. Agora aguarda sanção
11/06/2024 às 21:47
BC planeja pagamento com Pix por aproximação com Google e Apple Pay, diz Campos Neto
Ele também defendeu o diálogo entre países para que se avance em uma integração global de sistemas de pagamento instantâneo
11/06/2024 às 18:16
Haddad proporá a Lula mudanças no formato de pisos de Saúde e Educação
Ministro assegurou que limites de crescimento real não trarão perdas
11/06/2024 às 17:07
MPRN, MPCe TCE se reúnem para debater fiscalização ao orçamento sanitário estadual
Encontro teve como objetivo fortalecer parceria entre as instituições para ampliar e qualificar a proteção e a defesa do direito social à saúde
11/06/2024 às 16:41
Governo anula leilão de arroz importado após indícios de irregularidades
Segundo Edegar Pretto, da Conab, um novo leilão será realizado, para contratar empresas 'com capacidade técnica e financeira'
11/06/2024 às 14:23
Sesc RN anuncia editais de fomento à cultura com investimento de mais de R$ 500 mil
Oportunidades são para as áreas de Audiovisual, Intervenção Urbana (Arte Grafite) e Galeria Sesc (Artes Visuais e Mediação).
07/06/2024 às 18:27
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.