BUSCAR
BUSCAR
Escrita
Língua portuguesa Confira a coluna “Desenrolando a Língua” desta sexta-feira 26
Prof João Maria Lima
26/02/2021 | 00:52

AS FORMAS VERBAIS QUE DESVENDAM A FALTA DE DOMÍNIO DA LINGUAGEM

Não é de hoje que a forma verbal flexionada da terceira pessoa é confundida com o infinitivo dos verbos. Para ser grande, sê inteiro, nos ensinou Pessoa. Por isso, é bom ficar atento e não confundir ESTÁ com ESTAR; DÁ com DAR e VÊ com VER.

Uma dica simples é observar se antes da forma verbal que causa confusão há outro verbo. Se isso ocorrer, o infinitivo pede passagem: “O povo deve estar cansado de promessas não cumpridas”. Repare que a forma verbal “deve” já está flexionada. Isso é bem diferente de “O povo está cansado de promessas não cumpridas”, pois “está” concorda com o sujeito (o povo) e não há outro verbo auxiliando.

A regra vale para os outros casos: “A negociação pode dar bons resultados aos envolvidos”, mas “A negociação dá bons frutos aos envolvidos”. Assim também o par ver/vê é esclarecido: “Ele não vê lucro no negócio”; mas “Ele não consegue ver lucro no negócio”.

Outra prática que funciona é substituir a forma verbal da confusão por uma sinônima e observar que forma prevalece. Exemplo: “O povo vê abuso no aumento do combustível”. Substituindo por “enxergar”: “O povo enxerga abuso no aumento do combustível”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.