BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Vereadores buscam respostas para campanha durante pandemia
Daniela Freire
26/07/2020 | 23:45

Campanha diferente
Na Câmara Municipal de Natal, o clima é de inquietação. Motivo: a indefinição com relação à campanha eleitoral deste ano. Muitos vereadores ainda não sabem bem que caminho seguir para buscar os seus votos em tempos de pandemia e de proibição de aglomeração.

Apreensão
“A campanha não pode ser toda virtual. E não dá para bater na porta do povo sem risco de levar ovo na cara”, relatou uma fonte da coluna com trânsito no legislativo municipal.

Nacional
O deputado federal João Maia conseguiu aprovar na Câmara o requerimento que pede ao Ministério da Economia informações sobre impostos que as empresas globais de tecnologia, como Google e Facebook, pagam sobre os lucros que tem aqui no Brasil. A vitória do parlamentar potiguar rendeu repercussão nacional.

Contribuição
O Projeto de Lei nº 2.358/2020 propõe a instituição de Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico incidente sobre a receita bruta de serviços digitais prestados pelas grandes empresas de tecnologia (CIDE-Digital).

Perguntas
O que João Maia questiona é: Quanto essas grandes empresas e tecnologia pagam de tributo no Brasil? Quanto elas pagam de remessa de lucro para o exterior? E quanto pagam em média as empresas brasileiras de outros setores?

Repercussão
O policial civil e pré-candidato a vereador em Natal Pedro Chê participou de matéria do UOL assinada por Rubens Valente que revelou uma ação sigilosa colocada em prática pelo Ministério da Justiça com o objetivo de inibir policiais e professores que fazem parte do Movimento Antifascista.

Escolhidos
Intitulada “Ação sigilosa do governo mira professores e policiais antifascistas”, a reportagem cita que o governo Bolsonaro investiga um grupo de 579 servidores federais e estaduais de segurança identificados como integrantes do “movimento antifascismo” e três professores universitários.

Perseguidos?
Segundo Rubens Valente, “o ministério produziu um dossiê com nomes e, em alguns casos, fotografias e endereços de redes sociais das pessoas monitoradas”.

Legalistas
“Não há com o que se preocupar. Nosso movimento, em todas as instâncias, debates e momentos, é absolutamente republicano, legalista, lícito e defensor da democracia e do Estado Democrático de Direito”, disse Pedro Chê, coordenador do Movimento Policiais Antifascismo no Rio Grande do Norte.

Manual volta às aulas
A Fiocruz lançou o Manual sobre biossegurança para a reabertura de escolas no contexto da Covid-19. O texto reúne normas e diretrizes para retomada das aulas em segurança. “O manual traz informações facilmente acessíveis, destacando as questões sanitárias, aspectos sobre a transmissão da Covid-19 e a implementação de boas práticas de biossegurança”, avisa a Fundação.

Preocupação
No Rio Grande do Norte, o retorno às aulas preocupa o deputado estadual Vivaldo Costa. O parlamentar, que é médico, cobra do governo a definição e adoção de plano estratégico com medidas sanitárias mínimas a serem observadas pelas escolas para quando o funcionamento presencial for retomado.

Proteção
Em requerimento endereçado aos secretários de Saúde e Educação do Rio Grande do Norte, Cipriano Maia e Getúlio Marques, respectivamente, Vivaldo Costa requereu que o Poder Executivo elabore o plano como forma de reduzir a possibilidade de nova onda de contaminação.

Fundametal
Para Vivaldo, com a reabertura das atividades econômicas do Estado e a provável retomada das atividades escolares, a ampliação da prevenção do contágio é medida necessária e fundamental.

Ajudinha boa
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, prometeu aos líderes “abolir as sessões das terças-feiras, sempre que possível, para os senadores se dedicarem às eleições municipais”. Notícia de Lauro Jardim em O Globo. “Isso porque os eleitos nem precisam pisar em Brasília durante a pandemia”, comentou o jornalista.

Rápidas

Teste da vacina da Moderna contra o coronavírus teve sucesso. Ela foi testada para a mutação do vírus mais comum no mundo, presente em mais de 70% das infecções confirmadas, e deixa cura mais próxima.

O presidente Jair Bolsonaro foi denunciado em Haia por genocídio e crime contra humanidade. A queixa é assinada por mais de 50 entidades.

Carta assinada por 152 bispos brasileiros diz que discurso de Bolsonaro não é ético e governo se baseia em “economia que mata”. O documento seria divulgado no dia 22, mas foi suspenso para ser analisado por conselho da CNBB.

O corregedor-nacional de Justiça, Humberto Martins, abriu reclamação disciplinar contra o desembargador Eduardo Siqueira, que, sem máscaras, ofendeu guardas municipais em Santos (SP).

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.