BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Vereadora de Natal defende pré-candidato do PT nas redes sociais
Daniela Freire
09/08/2020 | 23:43

Defesa
A vereadora Divaneide Basílio saiu em defesa do pré-candidato a prefeito de Natal pelo PT, Jean Paul-Prates, nas redes sociais. Às críticas de que o senador é “um desconhecido” da população natalense, Divaneide afirmou que “erra” quem tem essa visão e que Prates “representa o legado da luta do Partido dos Trabalhadores, que está em curso no RN, e que precisa ser implementado na nossa cidade”.

De cima
Falando na parlamentar petista, na semana passada Divaneide criticou a tentativa do Executivo municipal de acelerar a votação da Reforma da Previdência dos Servidores de Natal “de cima para baixo” e sem disponibilizar a totalidade dos dados atuais da cidade – o NatalPrev ainda não forneceu todas as informações requisitadas pelos vereadores e sindicatos.

Trator
Na opinião da vereadora petista, a Prefeitura “passou o trator” ao decidir sozinha alteração de data para a Conferência Final de revisão do Plano Diretor de Natal, por exemplo.

D ata
A Câmara Municipal de Natal acabou marcando para o dia 20 de agosto a votação em segundo turno da Reforma da Previdência Municipal, depois muitos protestos da oposição e de acordo selado entre os vereadores durante a sessão plenária virtual.

Racismo
O ministro das Comunicações Fábio Faria usou as suas redes sociais para criticar Mateus Abreu Almeida Prado Couto, que aparece em vídeo amplamente compartilhado nas redes sociais, na última sexta-feira, agredindo com ofensas racistas e de classe o motoboy Matheus Pires.
O caso aconteceu em SP e por conta de um simples mal entendido com o local de entrega de encomenda.

Posição
“Inacreditável, inaceitável, lamentável”, afirmou o ministro potiguar, que também compartilhou as imagens. “Espero que a Lei coloque esse cidadão para pensar e que ele chegue à conclusão de que é um tremendo de um racista recalcado”, escreveu.

Apoio
A deputada estadual Isolda Dantas (PT) quer que a Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos implemente o programa “Aluguel Social”. O objetivo é dar suporte às mulheres vítimas de violência doméstica no Rio Grande do Norte.

Necessário
Segundo a parlamentar, é preciso amparar essas mulheres que sofrem agressões dentro de suas residências, garantindo-lhes o pagamento de valor equivalente a um aluguel, para que elas possam sair da casa de seus agressores e se libertar da violência doméstica sofrida.

Dados
O atento deputado Gustavo Carvalho repercutiu na última quinta-feira o retorno da presença do RN na zona de aumento de óbitos por covid-19 no mapa apresentado pelo Jornal Nacional. Na opinião do parlamentar, o fato de o Estado surgir de volta naquela posição foi culpa do Governo.

Represados
Isso porque, em sua avaliação, o decréscimo no número de óbitos estava acontecendo devido a informações represadas sobre mortes, repassadas com atraso ao portal do Ministério da Saúde. Segundo Gustavo, o aumento “se deu porque o Estado lançou, em um só dia, 98 mortes, que haviam sido represadas em 7 dias”.

Imoral
Contardo Calligaris para a coluna Ilustrada, da Folha: “O Brasil está com a África do Sul, com 84% que pensam que religião é a condição da moralidade, logo atrás da Nigéria e do Quênia, a léguas da modernidade. Estamos, em suma, do ponto de vista da modernidade, entre os países mais imorais do mundo”.

Relatório confirmado
O ministro da Justiça André Mendonça admitiu, audiência fechada com parlamentares, na última sexta: a pasta produziu relatório sobre opositores. Em outras palavras, ele confirmou a existência de relatório de inteligência da pasta sobre 579 servidores públicos que integram grupos ‘antifascistas’, incluindo gente no RN, como o policial civil e pré-candidato a vereador Paulo Chê.

Rápidas

Nas redes sociais e grupos de whatsapp a esposa do presidente Jair Bolsonaro mudou de nome. De Michelle para “Micheque” Bolsonaro. É ‘Queiroz’ fazendo história e ajudando na criação de ‘memes’.
Conversas sobre a reeleição de Alcolumbre e a verba de combate à Covid-19 geraram crise no grupo suprapartidário no Senado. O bloco é o Muda Senado, formado por 16 congressistas de Podemos, Rede, PSDB, PSB, PSL e Cidadania. Já teve gente que abandonou o barco.
Da jornalista Hildegard Angel: “Imagino o prejuízo daquelas (e daqueles) que investiram em preenchimentos dos lábios, para exibir aquele bocão, e agora tem que esconder atrás das máscaras. Que deprê!”.
E mesmo após 70 mil pedidos, o Banco Central não vai pôr vira-lata na nota de R$ 200. A petição pedindo a troca foi criada pelo deputado federal Fred Costa (Patriota-MG) e já possui mais de 70 mil assinaturas.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.