BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Daniela Freire – 02/06/20
Daniela Freire
02/06/2020 | 06:00

Atitude parecida

Para a vereadora de Natal Divaneide Basílio (PT), o prefeito Álvaro Dias pode ter voltado de Brasília, na semana passada, contaminado de pensamentos bolsonaristas após audiência com o presidente.

A realidade

A fala da parlamentar nas redes sociais fez referência à quase demissão do secretário de Saúde de Natal, George Antunes, nesta segunda-feira, após entrevista alarmante dada por ele sobre o cenário de carnificina que aguarda a capital potiguar diante do cenário de flexibilização do comércio durante a pandemia.

WhatsApp Image 2020 06 01 at 18.40.20
Deputada federal Natália Bonavides em live para falar sobre “como parar Bolsonaro”

Desagradou

“Parece que a visita a Bolsonaro inspirou o prefeito Álvaro Dias. A polêmica entre a demissão ou não do secretário George Antunes após entrevista que desagradou o chefe toma conta do noticiário e confunde a população. Enquanto isso, os números da Covid-19 só aumentam em Natal”, escreveu a vereadora.

Mais um alerta

“Uma tragédia anunciada” é o que prevê o secretário de Saúde de Natal, George Antunes, para a capital durante o pico da Covid-19. Baseado no óbvio: o baixíssimo índice de isolamento social. “Se vocês estão achando que a situação está crítica, é porque vocês não têm noção exata do que virá”, sentenciou o secretário.

Carnificina

George Antunes garantiu que se o cenário atual se mantiver, “nós vamos ter pessoas morrendo nas calçadas, sem ter direito nem a entrar em uma unidade de pronto-atendimento ou hospital”.

Combate

George Antunes destacou ainda em sua entrevista a importância da imprensa no enfrentamento ao coronavírus, a partir do momento em que ela informa a população sobre a pandemia, combatendo às fake news.

Fake news

Ele deu como exemplo de notícia falsa a de que os hospitais privados de Natal ainda têm vagas de UTI disponíveis para pacientes de Covid-19. “Não tem!”, afirmou o secretário.

WhatsApp Image 2020 06 01 at 18.55.23
Jornalista Murilo Meireles bem protegido de máscara – com estampa de jornal impresso – na InterTv Cabugi

Cenário

O deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) se posicionou nas suas redes sociais sobre o assassinato de um homem negro, de 46 anos, por um policial, na segunda-feira passada (25), nos EUA – fato que desencadeou as manifestações antirracistas na América do Norte.

Repugnante

Escreveu o parlamentar potiguar: “É inacreditável o que aconteceu nos Estados Unidos. Preconceito racial é repugnante. Hoje, a população reage, não aceita, mostra toda sua revolta e luta pela igualdade. Que essa reação seja vista como um grito pelo fim do preconceito”.

Movimento

O deputado não está só na repercussão negativa sobre o fato. Além dele, pode-se ver outros políticos e pessoas que ocupam cargos de importância social, estrutural, grandes, médios e pequenos empresários, potiguares ou não, que estão se engajando no “antirracismo” virtual relacionado ao caso americano.

Pergunta

O estranho é que aqui mesmo no Brasil, diariamente, negros, muitas vezes crianças e adolescentes, morrem nas mãos da (má) polícia e não se vê nenhuma declaração/manifestação dessas pessoas a respeito. Só o racismo americano importa?

Status

Do delegado de Polícia Civil antifascista do RN Fernando Alves, sobre a nova classificação de Trump aos Antifas: “Aumentou nosso status. Antes éramos milicianos ou paramilitares. Agora viramos terroristas!”.

Gastos

E em tempos de pandemia e de presidente aglomerando, o governo federal deve gastar R$ 153 mil para retirar ratos, morcegos, pombos e abelhas da Presidência. Está no Estadão. O edital prevê aplicar pesticidas a cada três meses, durante um ano, no Palácio da Alvorada, do Palácio do Jaburu, entre outros prédios.

Grave

Depois de ser chamado de “covarde”, Moro acusou o presidente Bolsonaro de tentar utilizar políticas de flexibilização de posse e porte de armas para “promover espécie de rebelião armada contra medidas sanitárias impostas por governadores e prefeitos”.

Rápidas

A pandemia de coronavírus tomando conta do Brasil e Ricardo Salles
aproveitando para extinguir bases de conservação de tartarugas do Projeto
Tamar. Uma das bases aqui em Parnamirim.

Deu no The Intercept que Sara Winter tem ligações com o movimento
neonazista há muito tempo. Ela tem nada menos que uma cruz de ferro nazista tatuada no peito. Foi quem ameaçou dar ‘porrada’ em um ministro do Supremo.

Deu no Estadão que o desemprego pós pandemia deve levar mais brasileiros abrir o próprio negócio. Na reportagem, especialistas dizem que empreender será opção de muitos com o enfraquecimento do mercado de trabalho.

WhatsApp Image 2020 06 01 at 19.04.55
Deputado estadual Gustavo Carvalho em reunião virtual com líderes da Unale, nesta segunda-feira
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.