BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Deputados pedem retorno de atividades em templos religiosos no RN
Daniela Freire
06/07/2020 | 22:50

Apoio: Mais um parlamentar do RN que pede o retorno das atividades de forma presencial nos templos religiosos do Estado. Assim como já havia feito o deputado estadual Coronel Azevedo, agora foi a vez de o deputado Souza pedir ao Governo e ao comitê científico de combate ao coronavírus que avaliem a possibilidade de igrejas e afins abrirem as portas.

Avaliar

“É imprescindível se fazer a avaliação para que sejam retomadas de forma gradual e respeitadas a adoção de medidas sanitárias, as atividades de cunho religioso nos templos das igrejas em nosso estado, de forma presencial, com regras e critérios a serem respeitados”, escreveu Souza em suas redes sociais nesta segunda.⠀

Proposta

O deputado Coronel Azevedo, no fim de semana, disse que enviaria no início desta semana para o Governo Fátima uma proposta para a reabertura das igrejas e templos religiosos no Rio Grande do Norte.

Pressão forte da AL
Na última sesta sexta-feira (3), Coronel Azevedo participou, juntamente os também deputados estaduais Kleber Rodrigues, Allyson Bezerra e Albert Dickson, de uma reunião com representantes das igrejas evangélicas.

Posicionamento

“É importante que o Governo tenha um posicionamento quanto à reabertura das igrejas e templos religiosos, que não foram inseridos no decreto estadual publicado essa semana”, disse Azevedo.

Bagagem

Referência nacional em gestão hospitalar, tendo a sua administração no HUOL sido usada como exemplo para a criação da EBSERH (Empresa Brasileira de Administração de Hospitais Universitários), o professor, médico cardiologista e ex-secretário de Estado da Saúde Pública do RN Ricardo Lagreca escreveu um texto amplamente compartilhado no whatsapp no qual ele aponta as falhas do governo federal – e da própria classe médica – no combate à pandemia do coronavírus aqui no Brasil.

Incontestável

No texto, Lagreca fala sobre a sua indignação ao acompanhar as ações destrambelhadas do governo Bolsonaro na Saúde e a falta de seriedade com que o próprio presidente da República trata o momento. Fato que é incontestável. E podemos citar vários exemplos para provar o quão certo está Lagreca em suas críticas.

O novo normal exige que o vereador Robson Carvalho esteja de máscara durante os trabalhos na Câmara Municipal de Natal. Foto: Reprodução

Fatos

A começar pelo fato de que há dois meses o Ministério da Saúde não tem titular. Isso durante a maior crise sanitária já enfrentada pelo País. Dois foram demitidos por discordarem de empurrar goela abaixo da população, como se fosse uma salvação dada pelo governo, medicamento sem comprovação científica de efeito contra a covid-19.

O protocolo da enganação

“Em saúde, não se pode fazer políticas. Estas políticas grosseiras, com a mesmice de sempre, que nunca visam o bem estar sustentado da coletividade. Apenas a enganar a todos”, escreveu Lagreca, que completou: “Os órgãos de classe, por sua vez, seguem a mesma trilha, fazem a mesma política e lavam as mãos”.

Sem rumo

Para o ex-secretário de Saúde do RN, um “governo sem rumo, desorientado e desagregador não permitiu que houvesse a uniformidade Federativa, tão necessária nesses momentos de tamanha gravidade e que possivelmente teria dado um outro rumo a esta tragédia”.

Só verdades

E mais uma vez o médico falou sobre uma realidade, tanto que as ações tresloucadas de Bolsonaro em meio à crise da saúde no Brasil – como minimizar a gravidade da covid (gripezinha), ignorar o isolamento social e participar de aglomerações (sem máscara!) – fizeram com que o STF garantisse aos estados e municípios o direito de seguir as recomendações mundiais no combate à pandemia.

Acesso à internet

Muito pertinente e importante o tema do debate desta semana promovido pelo IDE nas redes sociais (Instagram @ClaudiaStaRosa). A discussão nesta terça, às 19h30, dentro do projeto “Diálogos em Defesa da Educação”, será sobre “Transformação digital da Educação no Pós-pandemia”.

Em debate

A diretora executiva do IDE, Cláudia Santa Rosa, receberá o diretor de Planejamento da Carratu Digital, Ubirajara Carratu, um dos maiores especialistas do Nordeste em Inbound Marketing, tendo estudado Design Digital na Universidade Anhembi Morumbi.

Contaminação

Mais de 230 cientistas no mundo todo assinaram uma carta aberta endereçada a Organização Mundial da Saúde (OMS) por ter minizado os riscos de uma contaminação do novo coronavírus pelo ar. A OMS acredita que a covid-19 é espalhada principalmente por gotículas de saliva expelidas quando as pessoas tossem, falam ou espirram, por exemplo. Mas, de acordo com os cientistas, isso não é verdade — e o vírus pode sim ser espalhado via ar.

Teste

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o início dos testes da Sinovac, a vacina contra o coronavírus, sob coordenação do Instituto Butantan em São Paulo e desenvolvida por um laboratório chinês. Serão testados voluntários (profissionais da Saúde) em cinco Estados, a partir do dia 20 de julho: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná, além de Brasília.

Rápidas

  • Em dois meses, 265 mil alunos abandonaram a graduação, segundo o sindicato de mantenedoras. “A pandemia do coronavírus tem criado desafios para estudantes e universidades privadas” e a “evasão é quase 32% maior que em 2019”, informa O Globo.
  • Com dívidas de R$ 2,7 bi, Avianca Brasil entra com pedido de falência. A Empresa aérea estava em recuperação judicial desde o fim de 2018.
  • A poupança teve captação líquida de R$ 20,5 bilhões em junho. A caderneta bateu recorde na diferença entre depósitos e saques nos meses de abril e maio.
  • “Se Plano Real fosse tão extraordinário, PSDB não perderia quatro eleições”, disse Paulo Guedes nesta segunda. Ele prometeu que, em 90 dias, o governo fará três ou quatro privatizações, mas não detalhou quais seriam as estatais.
A cantora Priscila Braw realizou sua Live no último domingo (05) no Praia Chopp do jornalista e produtor Amaury Júnior. O sucesso de arrecadação e audiência no YouTube foi tanta que a artista já recebeu convite pra repetir a dose em breve. Foto: Reprodução
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.