BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Chefe da comunicação do governo do RN desabafa sobre “denúncia” contra Fátima
Daniela Freire
08/06/2020 | 03:58

Indignada

A chefe da Assessoria de Comunicação do Governo do RN, jornalista Guia Dantas, fez um desabafo neste fim de semana, em seu perfil no Twitter, ao falar sobre uma “denúncia” feita por uma professora contra a gestão Fátima Bezerra baseada em informação deturpada.

Raiva

A reclamação da professora citada por Guia envolve a destinação de mais de R$ 1 milhão para a cultura nesses tempos de pandemia. Para a chefe da Comunicação, o que houve foi a divulgação de fake news. “Que droga de sociedade é essa, minha gente? De onde saiu tanta gente cuspindo mentira, ranço, raiva, tanta indignidade?”, questionou.

Internacional

Ao canal Todo Notícias da Argentina, o senador pelo RN Jean Paul Prates falou, neste fim de semana, sobre o comportamento do presidente Jair Bolsonaro no combate à pandemia de Covid-19 no Brasil. Na entrevista ao jornalista José Antonio Gil Vidal, Prates criticou o descaso do presidente diante da crise sanitária.

Lista de problemas

O parlamentar abordou a questão da divulgação das fake news por bolsonaristas, afirmando que elas são utilizadas para desvirtuar a situação com relação ao número de mortos e contaminados no País, e contou sobre a insistência do presidente em implementar de forma maciça a cloroquina no tratamento dos infectados, mesmo sem comprovação científica sobre a eficácia do remédio.

Aconchego: o modo quarentena de George Azevedo, pertinho da natureza. Foto: Reprodução

Parabéns da chefe

Neste domingo, o vice-governador Antenor Roberto comemorou o aniversário com muitos elogios públicos da chefe, a governadora Fátima Bezerra. No Twitter, ela festejou o vice: “Em nome do povo potiguar, toda gratidão pelo papel tão digno e competente que você tem desempenhado como vice-governador! Parabéns”.

Ajuda

A Assembleia Legislativa doou 10 mil litros de álcool 70% e 2 mil máscaras cirúrgicas ao município de Areia Branca. Material que será utilizado pelos profissionais de saúde das unidades básicas, do Hospital Sara Kubitschek e pelos agentes de segurança pública do município.

Perigo

Neste domingo, o Brasil teve novo dia de protestos contra e favoráveis ao governo Bolsonaro. Mas é preciso dizer que os manifestantes contra o presidente estão cometendo o mesmo erro que os que são a favor da atual gestão: aglomerando em plena pandemia de coronavírus.

Posicionado

O ministro do STF Celso de Mello compartilhou com pessoas próximas o artigo crítico a Bolsonaro feito pelo jornal britânico Financial Times. O editorial relata que o presidente brasileiro está criando um risco real e crescente de uma virada autoritária aqui no País.

Vira-casaca

E o guru Olavo de Carvalho, hein?! Disse isto de Bolsonaro numa live, neste fim de semana: “Você não está agindo contra os bandidos, você vê o crime, eles cometem os crimes, você presencia em flagrante e não faz nada contra eles. Isso chama-se prevaricação. Quer levar um processo de prevaricação da minha parte? Esse pessoal não consegue derrubar o seu governo? Eu derrubo”.

Big Brother da vida real?

O The Intercept Brasil divulgou neste sábado que documentos vazados mostram que a Abin está criando um catálogo com dados de 75 milhões de pessoas. “Se você tem CNH, seu nome, endereço, foto e até os dados do seu carro estarão à disposição dos espiões do governo”, diz a reportagem.

Opinião

Jornalista internacional Guga Chacra: “A decisão do governo Bolsonaro de agir sem transparência na contabilidade do número de mortos por Covid19 levou a Universidade Johns Hopkins, que compila dados de todo o planeta, a decidir não colocar os valores do Brasil. Que vergonha. Brasil virou pária nesta pandemia. Catástrofe”.

Rápidas

• O Ministério Público deu 72 horas para que o Governo Bolsonaro explique o apagão de dados sobre a covid-19. O governo quer esconder os doentes e mortos onde?
• E pode? Bolsonaro elogiou pracinhas brasileiros por “derrotar o fascismo”, em dias de atos da oposição antifascistas, antirracistas e em defesa da democracia.
• Deu no Estadão que o governo paulista tenta conter avanço do bolsonarismo na PM: “Comportamento de policiais nas redes e em manifestações preocupam gestão Doria”.
• Em debate realizado pela Globo News, FH, Ciro e Marina defenderam uma frente ampla contra Bolsonaro. O trio criticou duramente a condução da crise do novo coronavírus pelo presidente.

Jornalista Mariana Rocha em dia de trabalho em tempos de pandemia de coronavírus. Foto: Reprodução
Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.