BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Anvisa reforça a não indicação da ivermectina
Daniela Freire
13/07/2020 | 00:19

Anvisa reforça: Depois da nota assinada pela maioria dos médicos que compõem a Coordenação de Infectologia da UFRN informando à população sobre a ineficácia da ivermectina e da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19, seja na pré ou pós-contaminação pelo novo coronavírus, agora é a vez de a Anvisa reforçar a não indicação do remédio.

Que não funciona
Em nota, a agência garante que “até o momento, não existem medicamentos aprovados para prevenção ou tratamento da covid-19 no Brasil” e reforça que apesar dos resultados positivos, nos testes feitos in vitro, “em humanos, a dosagem não daria conta de ser efetiva para a Covid-19”.

Opinião
Do médico infectologista do Hospital Sírio Libanês e do Hospital Brasília e consultor médico do Sabin Medicina Diagnóstica Alexandre Cunha, em artigo publicado na Folha: “Com a pandemia de Covid-19 estamos assistindo a cenas até pouco tempo inimagináveis. Centenas de médicos que nunca trataram moléstias infecciosas se tornaram especialistas, basicamente com conhecimentos adquiridos em grupos de WhatsApp onde são trocadas ‘experiências pessoais’”.

Cenas da quarentena: Deputado federal Walter Alves grudado na família neste fim de semana chuvoso em Natal. Foto: Reprodução

Luz no fim do túnel
Na última sexta-feira, o Governo do RN apresentou números otimistas sobre a Covid-19. “Estamos conseguindo manter a redução da taxa de transmissibilidade, continuamos abrindo mais leitos e chegando próximo à taxa de ocupação de 80% dos leitos críticos”. É um começo.

Apoio
Um serviço virtual de informação, apoio e acolhimento qualificado às gestantes e parturientes, com informações referentes ao pré-natal, puerpério e pós-parto, durante a vigência do estado de calamidade pública em decorrência do novo coronavírus. Foi o que pediu o deputado estadual Vivaldo Costa ao secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia.

Necessário
De acordo com o parlamentar, as gestantes que enfrentam o surto da doença do novo coronavírus enfrentam o medo, a ansiedade e a incerteza. “Diante desse contexto, é de fundamental importância a criação de atendimentos especializados para proteger as mulheres gestantes”, explicou.

Inovação na Educação
Para discutir a necessidade de a escola atual ser repensada, o Instituto de Desenvolvimento da Educação (IDE) receberá o educador português José Pacheco, idealizador da revolucionária Escola da Ponte. O encontro virtual será esta próxima terça-feira (14), às 19h30, pelo Instagram @ClaudiaStaRosa, perfil da diretora executiva da instituição.

Novo normal
Deu no Estadão que a pandemia tem feito o trabalhador buscar emprego via Facebook e WhatsApp. “Na quarentena, muitos brasileiros encontraram nas redes sociais uma alternativa para se recolocar no mercado”. As ofertas de empregos, no entanto, caíram.

Comportamento
Uma pesquisa realizada pela Bain, e cedida com exclusividade à revista Exame, revela três tendências que definem o “novo normal” no Brasil, ou seja, a criação de novos hábitos durante a pandemia que deverão permanecer na vida das pessoas.

O que fica
Segundo a pesquisa publicada na Exame, o “normal é digital”. “A primeira tendência é o rompimento da resistência ao uso de plataformas digitais, como aplicativos de delivery e de videoconferências”.

Saudáveis e sarados
Também fica pós-pandemia “o foco em saúde e bem-estar”. “A necessidade de ficar em casa contribuiu, mas essa preocupação seguiu forte em junho”, mostram os dados.

Mais valor
E, por último, o novo comportamento é a redefinição de valor. “As pessoas estão acreditando que devem gastar mais por melhores produtos”, diz o especialista responsável pelo levantamento.

Rápidas

Investimento tem tombo histórico no segundo trimestre. Segundo cálculos do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), os investimentos devem recuar 22,6%.

A Disney reabriu alguns de seus parques na Flórida mesmo em meio à alta de casos de Covid-19 no Estado. Os dois principais parques da marca, o Magic Kingdom e Animal Kingdom, reabriram no sábado (11).

No domingo, o estado registrou mais de 15.300 novos casos da Covid-19 em 24 horas, mais do que qualquer outro estado americano desde que a pandemia começou.

TCU manda governo Bolsonaro parar de anunciar em sites de “atividades ilegais”. Na decisão, o ministro Vital do Rêgo diz que é “extremamente grave” a destinação de recursos públicos para essas plataformas.

A primeira dama Michelle Bolsonaro e as filhas testam negativo para Covid-19. É impressionante como Bolsonaro parece não ter contaminado ninguém com quem ele teve contato no auge da doença.

Sem aglomeração: Jornalista Eline Eulália comemorando mais uma edição do projeto Sweet Coffee Week, que começou na última quinta (9) aqui em Natal. Foto: Reprodução
Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.