BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Confira a coluna de Alex Viana desta sexta-feira 20

20/11/2020 | 05:25

TUCANOS MAIS VOTADOS
Apesar de o MDB ter sido o partido que mais elegeu prefeitos no Rio Grande do Norte, foi o PSDB que recebeu mais votos nas eleições municipais do último domingo. Os tucanos, liderados no RN pelo deputado estadual Ezequiel Ferreira, receberam no pleito quase 400 mil votos, enquanto os emedebistas foram votados por 237 mil eleitores.

REFLEXO DE NATAL
O PSDB também está à frente do MDB quando o assunto é tamanho da população que será governada a partir de 2021. Na próxima gestão, 37% da população potiguar terá algum tucano como prefeito. O número é puxado principalmente por Natal, onde o prefeito Álvaro Dias foi reeleito. Já o MDB vai governar cidades que, juntas, chegam a apenas 11% da população do Estado.

CRESCIMENTO
De 2016 para cá, o PSDB foi o partido que mais cresceu no Estado em número de prefeitos eleitos. Dos 167, 10 foram tucanos quatro anos atrás. Agora, no último dia 15 de novembro, foram 31 eleitos. O MDB, coordenado no Estado pelo deputado federal Walter Alves, foi o que mais elegeu prefeitos este ano (39 ao todo), mas o número caiu em relação a 2016. Quatro anos atrás, os emedebistas conquistavam 44 prefeituras.

QUEDA
No sentido diametralmente oposto, está o PSD, liderado no Estado pelo ex-governador Robinson Faria. O partido, que viveu seu auge no RN em 2016, elegendo 51 prefeitos, desta vez elegeu só 17.

MOMENTOS DISTINTOS
Diferente de Robinson Faria, que conseguiu a façanha de eleger 51 prefeitos com o seu PSD em 2016, no meio do mandato como governador, a governadora Fátima Bezerra viu o seu PT eleger apenas 3 prefeitos este ano: os de Currais Novos (Odon Júnior), Afonso Bezerra (Neto de Zoraide) e Sítio Novo (Andrezza Brasil).

CÂMARAS MUNICIPAIS
Além de ter o maior número de prefeitos no RN, o MDB também tem o maior número de vereadores eleitos. São 317 espalhados em todas as regiões do Estado. O PSDB vem em seguida, com 252.

CANDIDATURAS FAKE I
Em Natal, candidatos a vereador que não foram eleitos começam a se mobilizar para cobrar da Justiça Eleitoral uma investigação sobre três candidaturas femininas que não receberam nenhum voto nas eleições deste ano, nem o delas próprias.
A suspeita é de que Janaína Lima (PSL), Patrica da Fé (PL) e Michele Barros (Republicanos) tenham apenas emprestado o nome para que os partidos cumprissem a cota de gênero e não tenham sequer feito campanha.

CANDIDATURAS FAKE III
Se for comprovado que as candidaturas foram inscritas apenas para preencher a cota, as chapas inteiras desses partidos podem ser indeferidas pela Justiça Eleitoral e os votos de todos serem anulados. Isso resultaria em uma reviravolta épica na composição da Câmara Municipal, pois mudaria o quociente e a distribuição das cadeiras. Além disso, os vereadores eleitos Herberth Sena (PL), Ana Paula (PL) e Bispo Francisco de Assis (Republicanos) perderiam suas vagas.

BATE-REBATE I
A vereadora reeleita Divaneide Basílio, presidente do diretório do PT em Natal, rebateu nesta quinta-feira 19 as críticas que a candidata a vereadora Yara Costa fez ao partido.

Pelo Twitter, Yara – que foi a 8ª mais votada da legenda – criticou o PT por não oferecer, segundo ela, as mesmas condições para os candidatos. Ela afirmou, por exemplo, que recebeu menos recursos do fundo eleitoral que Divaneide e a outra vereadora eleita pelo partido, Brisa Bracchi.

BATE-REBATE III
Segundo Diva, Yara participou de todas as discussões internas sobre a divisão dos recursos do fundo eleitoral. A vereadora reeleita criticou a correligionária por expor em público assuntos que são internos do partido.

A ELEIÇÃO NÃO ACABOU
O Ministério Público está no encalço dos candidatos que disputaram as eleições de Parnamirim. Depois de pedir a anulação dos votos do vereador Pastor Alex (Solidariedade), agora o MP solicitou o mesmo para o candidato Berg Silva (Republicanos).

O MP aponta que Berg usou a Secretaria de Obras de Parnamirim, mesmo estando afastado do cargo que ocupava, em benefício da candidatura.
Se a Justiça Eleitoral acatar o pedido para anular os votos (457), uma nova totalização de votos seria realizada – o que resultaria na eleição de César Maia (PSD) para a Câmara, retirando a vaga de Gustavo Negócio (Republicanos).

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.