BUSCAR
BUSCAR

Seriam os Estados Unidos um País sério?

27/04/2024 | 08:32

Hoje todos sabem que a frase “O Brasil não é um País sério”, que tanto ajudou a aprofundar nosso complexo de vira-lata, nunca foi dita por De Gaulle, mas pelo próprio embaixador do Brasil na França, Carlos Alves de Souza, em conversa informal com o amigo correspondente do Jornal do Brasil em
Paris, no contexto da “Guerra da Lagosta” incidente diplomático entre os dois países, em 1963.

Vinte anos depois, o deputado Solon Borges dos Reis, afirmava num artigo: “No fundo, porém, o Brasil
é um país tão sério quanto todos os demais. Embora nem sempre nos devotemos a ele com a responsabilidade que merece e de que tanto precisa.”

estados unidos eua

Mostramos em artigo passado que somos os melhores do mundo em muitos aspectos e que os EUA são tão negacionistas quanto o Brasil, mas, como a liberdade de expressão é um debate da hora e com abordagens as mais estapafúrdias, vamos dela fazer uso, sem o cometimento de crimes para mudar a mira da falta de seriedade.

Quando vemos os EUA investindo numa semana 95 bilhões de dólares para aumentar o derramamento de sangue na Ucrânia e em Gaza; vemos a maior democracia do mundo permitir que o seu poder maior, a presidência da República, seja disputado por dois homens comprometidos com a desgraça, ambos na casa dos oitenta anos, visivelmente decadentes e sem nenhum compromisso com a paz e a vida, um deles sob mais de 50 processos; vemos um norte-americano consumir 22 vezes mais que um brasileiro e 500 vezes mais que um africano; os EUA defendendo livre mercado e liberdade de expressão, mas
proibindo o Tik Tok chinês em seu solo; um comediante norte-americano dizendo na TV: “Nossas crianças deveriam ser obrigadas a estudar a Constituição… do Brasil, porque o Judiciário de lá está funcionando e o daqui, não.

O Brasil está punindo os que depilaram sua democracia, enquanto nossa Justiça não pune os que atacaram o Capitólio com saldo de mortos. Sabemos que Bolsonaro, o Trump dos Trópicos, que usou o “Manual do Trump” está sendo punido enquanto Trump não… Então, o que mudou? Sua constituição tem 35 anos, a nossa tem 235 e parece que, nós não só apenas usamos palavras antigas, como também atitudes. Trump provou que na América você, absolutamente pode tentar um golpe e, no mínimo,
não há repercussões imediatas”.

Portanto, quando vemos jornalistas presos nos EUA por não revelarem suas fontes, prisão perpétua para o jornalista Assange, por noticiar crimes de guerra, prisão de manifestantes pró-palestina em universidades… enquanto manifestantes saem às ruas para exaltar o nazismo em cidades onde moram judeus remanescentes do holocausto, ficamos, como diria Belchior, “a cismar” que os Estados Unidos são um País poderoso, mas sério, não.

Redução de homicídios no RN entre 2017 e 2022 é a segundo melhor do Brasil
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta sexta-feira 21
21/06/2024 às 07:17
Cooperativismo: um novo ciclo de oportunidades
Confira o artigo de Crispiniano Neto nesta quarta-feira 19
19/06/2024 às 07:40
Uma camarilha ‘pra lamentar’
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta sexta-feira 7
07/06/2024 às 07:37
Os Estados Unidos não são um País sério
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta terça-feira 4
04/06/2024 às 07:44
Roubam para se eleger e se elegem para roubar
Confira o artigo de Crispiniano Neto desta terça-feira 28
28/05/2024 às 07:34
Em resposta à mediocridade bolsonarista, baixou o espírito de Flávio Dino em Haddad
Confira a coluna de Crispiniano Neto nesta sexta 24
24/05/2024 às 07:41
O arroz é o prato do dia na discussão ultra neoliberal
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta terça-feira 21
21/05/2024 às 07:40
A insanidade dos deputados da Secretaria ‘Três nem uma’
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta sexta-feira 17
17/05/2024 às 07:41
“Não é hora de procurar culpados”, dizem os culpados
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta terça-feira 14
14/05/2024 às 07:26
A popularidade de Lula e sua influência nas eleições municipais
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta sexta-feira 10
10/05/2024 às 07:44
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.