BUSCAR
BUSCAR
Opinião

A morte de Marielle e a falta de vagas em creches no contexto da sucessão em Natal

Confira a coluna de Crispiniano Neto desta terça 16
Crispiniano Neto
16/04/2024 | 07:50

Em tempos pré-eleitorais, todo e qualquer assunto precisa ser analisado com as lentes da política, pois até o que não parece assunto político eleitoral às vezes é. Ou se torna.

Lembremos a ocupação do prédio dos antigos Diários Associados. Depoimentos de pré-candidatos a prefeito condenam os “sem-teto” que ali estão e desejam mostrar solidariedade à velha empresa de comunicação. Mas mandam também recado aos ricos e à classe média alta, de que são contra “invasões” e favoráveis aos direitos da propriedade privada. Faltou, naquele momento, o debate óbvio e urgente sobre o déficit de 24.848 moradias para parte dos natalenses que coabitam em regime de favor ou dependência.

Professor da rede municipal em sala de aula / Foto: Manoel Barbosa / Arquivo SME
Imagem ilustrativa - Foto: Manoel Barbosa / Arquivo SME

Agora o Governo Federal anuncia a construção de 4 mil residências no RN, sendo 532 em Natal, pelo Minha Casa Minha Vida. Aqueles candidatos, tão ávidos em discutir a “invasão” do prédio abandonado, não deram um pio para reconhecer que parte importante da solução estava chegando. Podiam ter falado até para pedir mais. No entanto, fez-se silêncio mostrando que eles não estão preocupados com Natal, mas apenas com a prefeitura.

Estranhamente ninguém fez a defesa do Governo Lula e dos sem-teto, como deveriam fazê-lo.
Agora, o debate é sobre falta de vagas em creches. A Prefeitura do Natal, entrando no modismo do atendimento eletrônico, onde sobra tecnologia e falta sensibilidade humana, ofertou 3.794 vagas, mas se inscreveram 4.957, sobrando 1.208 crianças.

Quase nenhum pré-candidato a prefeito de Natal levou este problema em conta, deixando-nos mais uma vez a sensação de que não estão preocupados com o povo de Natal, esquecendo que é este o povo que vai decidir a eleição de outubro, que escolherá um deles para dirigir Natal pelos próximos quatro anos.

É bem verdade que a sucessão municipal deve se ater, prioritariamente, aos temas locais, como saúde, educação, segurança, habitação, transporte, geração de emprego e renda, cultura, esporte e lazer, saneamento básico, plano de cargos, carreiras e salários dos servidores, etc., mas não se pode esquecer que assuntos nacionais e, às vezes, até internacionais, impactam no debate e na captação de votos.

Semana passada acompanhamos a votação dos nossos deputados federais quanto à prisão do deputado Chiquinho Brazão. Até entendemos a irracionalidade de General Girão e Sargento Gonçalves, que saíram do slogan “Bandido bom, é bandido morto” para “Bandido bom é bandido solto”, quando se esperava de militares a postura antibanditismo. Mas o que deixou todos de queixo caído foi a postura do pré-candidato Paulinho Freire, que votou para ver Brazão nas ruas, mesmo tendo praticado um crime hediondo. Mas é apenas a confirmação do evidente. Candidato da extrema direita, Paulinho busca do voto dos bolsonaristas a qualquer custo.

Redução de homicídios no RN entre 2017 e 2022 é a segundo melhor do Brasil
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta sexta-feira 21
21/06/2024 às 07:17
Cooperativismo: um novo ciclo de oportunidades
Confira o artigo de Crispiniano Neto nesta quarta-feira 19
19/06/2024 às 07:40
Uma camarilha ‘pra lamentar’
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta sexta-feira 7
07/06/2024 às 07:37
Os Estados Unidos não são um País sério
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta terça-feira 4
04/06/2024 às 07:44
Roubam para se eleger e se elegem para roubar
Confira o artigo de Crispiniano Neto desta terça-feira 28
28/05/2024 às 07:34
Em resposta à mediocridade bolsonarista, baixou o espírito de Flávio Dino em Haddad
Confira a coluna de Crispiniano Neto nesta sexta 24
24/05/2024 às 07:41
O arroz é o prato do dia na discussão ultra neoliberal
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta terça-feira 21
21/05/2024 às 07:40
A insanidade dos deputados da Secretaria ‘Três nem uma’
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta sexta-feira 17
17/05/2024 às 07:41
“Não é hora de procurar culpados”, dizem os culpados
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta terça-feira 14
14/05/2024 às 07:26
A popularidade de Lula e sua influência nas eleições municipais
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta sexta-feira 10
10/05/2024 às 07:44
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.