BUSCAR
BUSCAR
Coluna Atualidades

Absoluto securitário

Confira a coluna de Anísio Marinho desta quarta-feira 17
Anísio Marinho
17/04/2024 | 08:03

Um Estado que se quer de segurança absoluto passa necessariamente pela construção de uma educação para a segurança, uma educação social e uma educação para a cidadania, com inserção nos currículos das escolas a partir dos primeiros anos da alfabetização, com prevenção na segurança infantil, no ambiente doméstico, com perigo real ou potencial de superfícies angulosas e rugosas, armários acessíveis ou de abertura fácil, objetos cortantes ou suscetíveis de causar ferimentos graves, estantes removíveis, além do uso de brinquedos inadequados à faixa etária, pirotécnicos, ou uso de medicamentos e ingestão de substâncias perigosas, além das áreas circunvizinhas das residências. Cuidado especial quanto a segurança alimentar, sobretudo na prevenção das infecções alimentares domésticas e/ou industriais, e na obtenção de matérias primas e condições de transporte, armazenamento, distribuição e consumo final dos produtos. Observando também o transporte em automóveis particulares e de uso coletivo, e os parques de recreação e lazer, tipo aquáticos, temáticos, montanhas russas, rodas gigantes, carrinhos de choque, carrossel. Nota importante também é o da segurança em ambiente escolar, com o cuidado das instalações em geral, laboratórios, recintos desportivos, pátios de recreação e demais equipamentos escolares, e sobretudo com a preservação da integridade tanto dos discentes (crianças e adolescentes) quanto dos docentes, auxiliares de educação e funcionários administrativos.

Assim, que se eduque para a segurança em geral, desde o risco das agressões a vida e a integridade física, sem descurar da segurança dos produtos em geral, no que respeita a cada um e a todos os produtos de consumo oferecidos pelo mercado. Impende ainda nesse quesito observar os produtos que causem prejuízos ao consumidor, os que atingem jovens nas comemorações, a segurança de produtos farmacêuticos, incluindo-se os cosméticos ou inadequadamente usados, causando riscos à epiderme. Há que se cuidar da segurança dos serviços em geral, desde a segurança em ambiente laboral, com íntima conexão com a saúde e higiene, aos serviços públicos essenciais e aos globalmente considerados, passando pela segurança dos serviços financeiros, muitas vezes com acesso célere ao crédito, pagamentos eletrônicos e fraudes aos interesses econômicos das empresas e do cidadão. Não se pode desprezar a segurança em estâncias turísticas, como exemplo, praias, termas, empreendimentos turísticos, tipo rural, ecoturismo, religiosos, parques etc. Além daqueles que promovem a diversão noturna, bares e similares. Ênfase deve ser dada na segurança dos serviços nos transportes públicos em especial, prevenindo a sua sinistralidade, nos rodoviários, ferroviários, fluviais e aéreos.

Atual gestão municipal adota política de valorização dos profissionais da educação, com reajuste, plano de carreira e concursos. Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Saúde mental e Justiça: princípios da dignidade humana
Confira o artigo de Anísio Marinho nesta quarta-feira 19
19/06/2024 às 08:12
Ainda é tempo de salvar
Confira a coluna de Anísio Marinho desta quarta-feira 12
12/06/2024 às 08:17
Segurança jurídica
Confira a coluna de Anísio Marinho Neto desta quarta-feira 5
05/06/2024 às 08:35
Inimputabilidade penal
Confira o artigo de Anísio Marinho Neto desta quarta-feira 29
29/05/2024 às 17:02
Educação para a cidadania
Confira o artigo de Anísio Marinho Neto desta quarta-feira 15
15/05/2024 às 07:29
Orientação correcional
Confira o artigo de Anísio Marinho Neto desta quarta-feira 8
08/05/2024 às 07:18
Paixão pela leitura
Confira o artigo de Anísio Marinho Neto desta quinta-feira 2
02/05/2024 às 07:29
Atos notariais e de registro
Confira o artigo de Anísio Marinho Neto desta quarta-feira 24
24/04/2024 às 07:32
Assédio processual
Confira a coluna de Anísio Marinho Neto desta quarta-feira 10
10/04/2024 às 07:56
Os filhotes dizimados
Confira a coluna de Anísio Marinho desta quarta-feira 03
03/04/2024 às 08:01
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.