BUSCAR
BUSCAR
Coluna

A insanidade dos deputados da Secretaria ‘Três nem uma’

Confira a coluna de Crispiniano Neto desta sexta-feira 17
Crispiniano Neto
17/05/2024 | 07:41

Insanidade é a única palavra para classificar o ato dos deputados da Comissão de Finanças que reprovaram a criação de uma Secretaria Estadual de Cultura.

Nosso estado é um dos poucos patinhos feios entre os entes federados que não têm Secretaria de Cultura, mas sim uma fundação, criada por Aluízio Alves em 1963, com imensa folha de serviços prestados, mesmo com as limitações.

Coronel Azevedo Foto Ft. João Gilberto
Coronel Azevedo - Foto: João Gilberto

Foi bom ser fundação até Lavoisier vender as ações da Petrobrás que Aluizio destinara à FJA e que financiavam belos projetos culturais.

Ali fui gestor e sei das vergonhas que passamos e dos prejuízos que sofremos por não sermos Secretaria e não estarmos sintonizados com a política cultural brasileira.

Enfim, aí está o resultado desastroso da votação na Comissão de Finanças da ALRN reprovando um projeto que só tem um defeito: o tempo que se perdeu até hoje por não termos uma secretaria.

É estranha a postura de José Dias, homem de direita, mas de reconhecida cultura; signatário da Lei do Livro, ao lado de Fernando Mineiro; e um dos deputados que mais destinam emendas para projetos culturais, especialmente no mundo religioso. Cunhado do governador que criou a FJA e amicíssimo do primeiro presidente, Hélio Galvão, que, com certeza, aplaudiriam, do céu, um gesto digno de apoio à cultura. Poderia ter-lhes honrado a memória.

Tomba Farias é elogiado por ter instalado o mais importante empreendimento do RN na área de turismo religioso, importante segmento do turismo cultural, quarto mais importante da indústria sem chaminés. De Santa Cruz, que sedia a instituição que congrega as bandas de música do RN e do Arte Viva, o mais importante grupo de arte de rua do Estado.

Quanto a Coronel Azevedo, nenhuma surpresa. No mundo cultural, só se compara a Zé Limeira, “Poeta do Absurdo”, por dizer que Cabral deu o “Grito do Ipiranga”, roubando do calendário 322 anos e cinco meses. Fosse para escolas militares fascistoides, passaria por cima de qualquer escrúpulo fiscal…

Essa balela de economia no erário por eliminação de secretarias e ministérios não engana nem à Velhinha de Taubaté. Garibaldi eliminou dez empresas estatais, Geraldo Melo e Agripino destruíram dois bancos e o Estado continuou insolvente. Dilma acabou 14 ministérios e seu governo se inviabilizou. Lula voltou aos 40 ministérios e a economia vai bem. Ainda se dá ao luxo de suspender cobranças de dívidas de estados governados por privatistas desvairados, como Eduardo Leite (RS).

O que motiva deputados inimigos da cultura é a “fominha” por emendas, algumas bem duvidosas. Pasmem, são os mesmos que votaram contra a capacidade arrecadatória do governo e que não se tocam que permitem três “secretarias de cultura” porque não querem fazer uma só. Temos a Fundação José Augusto, uma Secretária Extraordinária pela segunda vez e a Secretaria de Educação, que é também da Cultura.

Redução de homicídios no RN entre 2017 e 2022 é a segundo melhor do Brasil
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta sexta-feira 21
21/06/2024 às 07:17
Cooperativismo: um novo ciclo de oportunidades
Confira o artigo de Crispiniano Neto nesta quarta-feira 19
19/06/2024 às 07:40
Uma camarilha ‘pra lamentar’
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta sexta-feira 7
07/06/2024 às 07:37
Os Estados Unidos não são um País sério
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta terça-feira 4
04/06/2024 às 07:44
Roubam para se eleger e se elegem para roubar
Confira o artigo de Crispiniano Neto desta terça-feira 28
28/05/2024 às 07:34
Em resposta à mediocridade bolsonarista, baixou o espírito de Flávio Dino em Haddad
Confira a coluna de Crispiniano Neto nesta sexta 24
24/05/2024 às 07:41
O arroz é o prato do dia na discussão ultra neoliberal
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta terça-feira 21
21/05/2024 às 07:40
“Não é hora de procurar culpados”, dizem os culpados
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta terça-feira 14
14/05/2024 às 07:26
A popularidade de Lula e sua influência nas eleições municipais
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta sexta-feira 10
10/05/2024 às 07:44
O Grenal da solidariedade
Confira a coluna de Crispiniano Neto desta terça-feira 7
07/05/2024 às 07:13
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.