BUSCAR
BUSCAR
Avaliação
‘Wassef abrigar Queiroz traz caso para perto de Bolsonaro’, diz Janaina Paschoal
Ex-aliada do presidente, a parlamentar avaliou que o caso 'é um fantasma que assombra o governo desde o resultado das eleições'
Redação
20/06/2020 | 09:55

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) comentou em entrevista à CNN, nesta sexta-feira (19), a prisão do ex-assessor Fabrício Queiroz, que atuaria como operador financeiro de um suposto esquema instalado no gabinete de Flávio Bolsonaro (atual senador pelo Republicanos-RJ), quando este era deputado estadual pelo Rio de Janeiro.

A parlamentar avaliou que o caso “é um fantasma que assombra o governo desde o resultado das eleições” e disse “não entender” o motivo dos fatos não terem aparecido antes da eleição.

“Seria muito [melhor] se os fatos tivessem aparecido antes”, refletiu. “Isso vem assombrando e prejudicando o governo, porque o presidente, na condição de pai, fica muito dividido entre o filho e o governo. Ontem foi um dia bombástico”, acrescentou.

Janaina ainda disse que considerou “algo chocante” o fato de Queiroz ter sido encontrado em um imóvel do advogado Frederick Wassef, que defende Flávio e já representou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “Meu Deus do céu, de quem foi essa ideia? A gente fica sem entender se foi uma iniciativa do advogado, se alguém solicitou, mas é uma péssima ideia”, afirmou.

Para Janaina, “o fato do advogado abrigar esse senhor na sua residência traz o caso para perto do presidente”. “Acho que é uma ideia tão ruim em todos os sentidos que eu tomei um choque”, detalhou. “Como é que pode? E ainda com o advogado dando entrevistas dizendo que não sabia onde estava o Queiroz. Então é uma sucessão de trapalhadas que fica até difícil de acreditar. Tem coisas que acontecem nesse governo que me lembra muito do [escândalo] dos ‘aloprados’ [da época do PT]”, completou.

A deputada ainda disse considerar que, “por mais grave que sejam as práticas, elas são anteriores ao governo Bolsonaro”, mas que, “quando o advogado da família abriga o ex-assessor, isso ocorre no curso do mandato”. “É muito prejudicial, não só ao senador, mas também ao presidente com essa proximidade com o advogado”, analisou.

Janaina pontuou que Flávio Bolsonaro e Wassef devem esclarecer essa situação o mais rápido possível. “Como é que ele [o senador] traz esse senhor para o núcleo familiar? Muda um pouco a história e dá para a população pensamentos sobre ter algo a mais. Acho que quanto mais rápido esse advogado falar e o senador esclarecer, [melhor será]”, disse.

Por fim, a deputada comentou uma publicação que fez no Twitter, na qual defendeu que o filho do presidente faça “uma colaboração premiada com o Ministério Público e entregar tudo o que acontecia naquela Alerj [Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro]”. “Cai quem tiver que cair, porque isso tudo, esses mistérios, vão gerando instabilidade que prejudica demais o país. E o presidente prometeu que iria colocar o país acima de tudo, e infelizmente o filho dele está envolvido nessa situação, e o povo não tem culpa”, concluiu.

*Com informações da CNN Brasil

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.