BUSCAR
BUSCAR
Profecia
“Vai acabar todo mundo preso”, disse Joesley Batista em abril
Segundo jornal O Globo, Joesley gravou, no início de março, o presidente Michel Temer dando aval para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha
Época
18/05/2017 | 16:38

Numa conversa na noite do dia 26 de abril, Joesley Batista, um dos donos da J&F, afirmou, de forma serena, a interlocutores que “todo mundo acabaria preso” a partir da delação que firmara com o Ministério Público Federal.

Segundo reportagem do jornal O Globo, Joesley gravou, no início de março, o presidente Michel Temer dando aval para comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e do doleiro Lúcio Funaro.

Joesley vai depor e entregar seu passaporte à Justiça Federal na próxima segunda-feira 22. O juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, concordou com o pedido dos advogados do empresário sobre a data da oitiva e da entrega do documento.

O empresário foi um dos alvos da Operação Bullish, deflagrada na sexta-feira 12 e que investiga irregularidades em empréstimos do BNDES à JBS, uma das empresas do grupo. Havia um mandado de condução coercitiva contra Joesley, mas, como ele estava fora do país, não foi cumprido.

Assim como Joesley, Ricardo Saud, que foi diretor de relações institucionais do grupo em Brasília, será ouvido na segunda-feira 22. Também havia um mandado de condução coercitiva contra ele, que estava em viagem ao exterior.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.