BUSCAR
BUSCAR
Medida
Uso de máscara passa a ser obrigatório em Florianópolis
Estabelecimentos poderão barrar clientes que não estejam usando o item; cidade tenta diminuir transmissão do coronavírus
G1
17/04/2020 | 10:39

O uso de máscaras de tecido passa a ser obrigatório a partir desta sexta-feira (17) a toda a população em Florianópolis, como parte das medidas de combate à pandemia do novo coronavírus. Quem não estiver usando o item de proteção poderá ser barrado nos estabelecimentos da capital. Os locais que permitirem a entrada de clientes que não estejam usando máscaras poderão ser multados e interditados pela Vigilância Sanitária do município.

Na quinta (16), já era possível ver que muitos moradores da cidade já haviam aderido à norma. As regras constam de decreto publicado no fim de semana. Conforme os últimos dados divulgados pelo governo de Santa Catarina, a cidade tem 214 pacientes infectados e três mortes provocadas pela doença.

Além de Florianópolis, mais 21 municípios catarinenses obrigaram através de decretos municipais o uso e máscaras pelos seus moradores. Em alguns casos, quem não cumprir o decreto pode ser multado e há ainda possibilidade de detenção.

O uso de máscara ajuda a diminuir a chance de contágio por contato com gotículas infectadas, mas deve ser associado a outras medidas, como lavagem das mãos com água e sabão, ou higienizá-las com álcool em gel 70%.

A prefeitura reforçou que as máscaras de pano não são recomendadas para profissionais de saúde, que devem usar as de tecido, e nem para quem tem algum sintoma da doença. Porém, para as pessoas sem sintomas, pode ajudar na prevenção do vírus.

A prefeitura disponibilizou no site oficial um manual para confecção das máscaras. Os materiais recomendados são, em ordem decrescente de capacidade de proteção: tecido de saco de aspirador, pano de prato, cotton (composto de poliéster 55% e algodão 45%), algodão, fronhas de tecido antimicrobiano, fronhas comuns de linho, e cachecol e lenço.

Mascara
Equipe de saúde responsável por testes rápidos de coronavírus em drive-thru de Florianópolis. Foto: Diórgenes Pandini / NSC

Demais medidas

A determinação que torna obrigatório o uso de máscaras faz parte de um pacote de medidas que entraram em vigor nesta semana na capital para combater a Covid-19. Duas das mais impactantes foram o início de aplicação dos testes rápidos, por meio do sistema de drive-thru, e o começo da testagem de passageiros que desembarcam no Aeroporto Internacional Hercílio Luz.

Os testes com pessoas dentro dos carros são realizados desde quarta, em um posto no Terminal de Integração da Trindade (Titri). O exame é feito apenas em pessoas com a suspeita da doença, encaminhadas pelo programa Alô Saúde, que oferece atendimento pré-clínico por telefone e aplicativo, ou pela Vigilância Sanitária.

No aeroporto, a testagem é realizada em passageiros que chegam à cidade com sintomas compatíveis com o coronavírus, após triagem.

Máscara 2
Passageiros com sintomas da doença serão testados no ambulatório do aeroporto de Florianópolis. Foto: Laura Muradi / Divulgação
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.