BUSCAR
BUSCAR
Processo
STJ nega rever decisão do Tribunal da Lava Jato sobre manter Moro nos processos
Defesa de Lula recorreu ao ministro Fischer para que ele alterasse decisão do TRF, que não acolheu argumento de que magistrado é suspeito para condenar petista no caso triplex
Fausto Macedo, Ricardo Brandt, Julia Affonso e Luiz Vassallo/ Estadão
13/11/2017 | 14:32

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou à defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva um pedido de revisão da decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que considerou que o juiz federal Sérgio Moro não é suspeito para julgar o petista.

O pedido foi feito no processo em que Lula foi condenado por Moro a 9 anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso triplex do Guarujá. No dia 8, o STJ publicou decisão do ministro Félix Fischer negando o Agravo em Recurso Especial movido pela defesa, que pedia reavaliação da decisão do Tribunal da Lava Jato – a segunda instância de Moro.

No início de outubro a defesa do ex-presidente pediu para que o STJ reanalisasse decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).

A defesa do petista pediu inicialmente a Moro para que avaliasse sua suspeição. O magistrado negou. Em seguida, recorreu ao TRF-4, que também não deu provimento. Os pedidos e os julgamentos foram realizados em 2016.
Não é a primeira derrota da defesa de Lula no STJ. Em agosto, o ministro Felix Fischer negou um habeas corpus que pedia a suspeição de Moro.

 

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.