BUSCAR
BUSCAR
Crime
Sobe para 61 o número de ônibus queimados em ataques de facções em MG
Posicionamento oficial do governo do estado é de que os incêndios são uma retaliação de integrantes da facção presos em Minas pelo 'rigor aplicado pelo Estado'
Agência Brasil
07/06/2018 | 11:54

Mais dois ônibus foram queimados na noite de quarta-feira, 6, em cidades de Minas Gerais, elevando para 61 o total de coletivos incendiados no estado desde o início dos ataques a veículos e prédios públicos, que começaram no domingo, 3. Até o momento, não há registro de feridos. Os incêndios de quarta-feira ocorreram em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e Sacramento, no Alto Paranaíba. Ao todo, até o momento, mais de 30 cidades do estado registraram ataques do PCC, a maioria no Sul de Minas e Triângulo Mineiro.

O posicionamento oficial do governo do estado é de que os incêndios são uma retaliação de integrantes da facção presos em Minas pelo “rigor aplicado pelo Estado”, segundo o governador Fernando Pimentel (PT). O governo alega que os ataques podem ter sido motivados pela existência de bloqueadores de celulares em presídios de Minas.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.