BUSCAR
BUSCAR
Investigação
Sob suspeita de compra com propina, Justiça sequestra cobertura de Lula avaliada em R$ 1,6 mi
Pouco antes de Lula deixar a presidência, em 2010, a cobertura foi comprada por um primo de José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente
Por O Antagonista
07/03/2017 | 06:20

A Justiça Federal sequestrou a cobertura alugada pelo ex-presidente Lula, em São Bernardo.

O imóvel, avaliado em quase R$ 1,6 milhão, é vizinho ao apartamento que a família Lula já residia, e foi alugado por questões de segurança, quando Lula assumiu a presidência da República.

Pouco antes de Lula deixar a presidência, em 2010, a cobertura foi comprada por um primo de José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente.

Uma das suspeitas da Lava Jato é a de que o imóvel tenha sido pago pela Odebrecht. O valor teria sido descontado da conta de propina que o grupo mantinha com o PT.

O ex-presidente pode continuar ocupando o imóvel. No entanto, o apartamento não pode ser vendido. Caso seja comprovada de que se trata de objeto de corrupção, a propriedade será usada para restituir eventuais lesados.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.