BUSCAR
BUSCAR
Política
Onyx rebate críticas de que governo demorou a implementar o pagamento de auxílio
Segundo o ministro, o governo está 'encurtando esse prazo' de pagamentos
Agência Estado
07/04/2020 | 11:21

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, rebateu nesta terça-feira, 7, as críticas de que o governo demorou a implementar o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais. O texto que cria o benefício foi aprovado no dia 30 de março no Senado e seguiu para a sanção.

Houve divergência no governo sobre questões orçamentárias, mas o presidente Jair Bolsonaro acabou sancionando a lei no dia 2 de abril, quando foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Onyx ressaltou que, poucos dias depois, o governo está anunciando os pagamentos. “É fácil dizer que já tem a lei, mas é muito complexo poder reunir todas essas informações, encontrar os elegíveis, e o presidente Bolsonaro determinou que pudéssemos encontrar o máximo no menor tempo”, disse.

Segundo o ministro, o governo está “encurtando esse prazo” de pagamentos “exatamente pela compreensão que temos de que pessoas precisam acessar esses recursos”.

A previsão é que todas as parcelas sejam pagas num intervalo pouco maior de 50 dias. “As pessoas têm que ter tranquilidade, não há necessidade de nenhuma correria às agências da Caixa”, disse.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.