BUSCAR
BUSCAR
Crise
No Twitter, Bolsonaro volta a criticar a saída de Cuba do programa Mais Médicos
Ministério da Saúde cubano anunciou rompimento do acordo do programa do Mais Médicos, alegando que Havana não aceitou as condições pedidas pelo próximo governo
Redação
15/11/2018 | 09:30

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), em seu perfil no Twitter, voltou a fazer críticas sobre a saída de Cuba do programa Mais Médicos.

“Atualmente, Cuba fica com a maior parte do salário dos médicos cubanos e restringe a liberdade desses profissionais e de seus familiares. Eles estão se retirando do Mais Médicos por não aceitarem rever esta situação absurda que viola direitos humanos Lamentável!”, escreveu o presidente.

Ontem o Ministério da Saúde cubano anunciou rompimento do acordo do programa do Mais Médicos, alegando que Havana não aceitou as condições pedidas pelo próximo governo.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.