BUSCAR
BUSCAR
Contrariou
Janot critica soltura de amigos de Michel Temer e sugere condução coercitiva
Janot elaborou duas denúncias contra Temer no ano passado. Sua sucessora, Raquel Dodge, fez pedido de liberdade aos envolvidos na operação ontem, e teve pedido aceito pelo ministro Luiz Roberto Barroso
Redação
01/04/2018 | 21:03

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot criticou a a liberação de presos da Operação Skala, entre ele dois amigos do presidente Michel Temer, em sua conta no Twitter na noite desse sábado (31).

“Não teria sido o caso então de pedir condução coercitiva ao invés de prisão? Voltou a ser assim? E vai continuar sendo assim?”, escreveu o ex-PGR na rede sociais.

Janot elaborou duas denúncias contra Temer no ano passado. Sua sucessora, Raquel Dodge, fez pedido de liberdade aos envolvidos na operação ontem, e teve pedido aceito pelo ministro Luiz Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF).

As conduções coercitivas, sugeridas por Janot, estão suspensas desde dezembro de 2017 por decisão do ministro STF Gilmar Mendes. O entendimento de Gilmar sobre pedidos que obrigam investigados a serem levados à polícia para prestar depoimento ainda será analisado no plenário da Corte.

 

 

Fonte: Notícias ao Minuto

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.