BUSCAR
BUSCAR
Declaração
Invadir e estimular a invasão de hospitais é crime, diz Gilmar Mendes
Na quinta-feira (11), Bolsonaro sugeriu que populares 'arranjem uma maneira de entrar e filmar' dentro de hospitais públicos e de campanha
CNN Brasil
14/06/2020 | 14:08

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes declarou, neste domingo (14), que é crime invadir e estimular a invasão de hospitais.

“Invadir hospitais é crime – estimular também. O Ministério Público (a PGR e os MPs Estaduais) devem atuar imediatamente. É vergonhoso – para não dizer ridículo – que agentes públicos se prestem a alimentar teorias da conspiração, colocando em risco a saúde pública”, publicou no perfil que mantém no Twitter.  

Na quinta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sugeriu que populares “arranjem uma maneira de entrar e filmar” dentro de hospitais públicos e de campanha, a fim de fiscalizar os gastos com a pandemia da Covid-19.

“Seria bom você fazer na ponta da linha. Tem um hospital de campanha perto de você, tem um hospital público, arranja uma maneira de entrar e filmar. Muita gente está fazendo isso, mas mais gente tem que fazer para mostrar se os leitos estão ocupados ou não, se os gastos estão compatíveis ou não”, afirmou o presidente, em transmissão ao vivo pelo Facebook.

Em resposta, nove governadores de estados do Nordeste divulgaram na sexta-feira (12) uma carta em que classificam a fala de Bolsonaro como “inconsequente”.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.