BUSCAR
BUSCAR
Alvos
Funcionários da Petrobras são alvo de nova fase da Lava Jato
Três ex-gerentes da empresa já foram presos; ação tem como alvo empresas suspeitas de envolvimento em um esquema de repasses ilegais de empreiteiras para funcionários da petroleira
Agência Estado
04/05/2017 | 09:16

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 04, a Operação Asfixia, 40ª fase da Lava Jato. Em nota, a PF informou que são cumpridos 16 mandados de busca e apreensão, 2 mandados de prisão preventiva, 2 mandados de prisão temporária e 5 mandados de condução coercitiva nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

A ação policial tem como alvo principal a investigação de empresas e seus respectivos sócios na operacionalização de um esquema de repasses ilegais de empreiteiras para funcionários da Petrobras em decorrência da obtenção de contratos a empresa.

O nome da fase (Asfixia) é uma referência a tentativa de cessar as fraudes e o desvio de recursos públicos em áreas da Petrobras destinadas a produção, distribuição e comercialização de gás combustível.

O foco principal são três ex-gerentes da área de Gás e Energia da Petrobras, suspeitos de receberem mais de R$ 100 milhões em propinas de empreiteiras que eram contratadas pela estatal, além de operadores financeiros que utilizaram empresas de fachada para intermediar propina.

Os investigados responderão pela prática dos crimes de corrupção, fraude em licitações, evasão de divisas, lavagem de dinheiro dentre outros. Os presos serão levados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, quando autorizados pelo juízo competente.

Em Belo Horizonte, são cumpridos 3 mandados de busca e apreensão e 2 mandados de condução coercitiva. Em São Paulo, são 4 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de condução coercitiva.

No Rio, 7 mandados de busca e apreensão, 2 mandados de prisão preventiva, 2 mandados de prisão temporária e 1 mandado de condução coercitiva.

Na região metropolitana do Rio, são cumpridos 1 mandado de busca e apreensão e 1 mandado de condução coercitiva em Niterói e 1 mandado de busca e apreensão em Duque de Caxias.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.