BUSCAR
BUSCAR
Vamos esperar
Doleiro aliado à Cunha promete ‘acabar’ com Michel Temer em delação
Lúcio Bolonha Funaro teria discutido com advogado do presidente antes de ser preso, diz coluna; Quem mais incentiva Funaro a delatar é o ex-senador Luiz Estevão
Por Redação
24/06/2017 | 20:17

O doleiro Lúcio Bolonha Funaro, apontado como operador de propinas do ex-deputado Eduardo Cunha, teria prometido “acabar” com o presidente Michel Temer em discussão com o advogado do peemedebista, Antonio Mariz.

Se eu delatar, vou acabar com o seu chefe”, teria dito Funaro, em conversa que ocorreu antes de ele ser preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

As informações são da coluna Radar On-Line, do site da revista Veja, deste sábado (24).

Apesar da ameaça de fazer delação premiada, Funaro ainda não fechou acordo de colaboração com o Ministério Público. No entanto, de acordo com a coluna, ele vem sendo incentivado pelo ex-senador Luiz Estevão, colega de cela do doleiro.

 

 

Fonte: Veja

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.