BUSCAR
BUSCAR
Propina
Comportamento de José Dirceu é ‘perturbador’, diz Sérgio Moro em decisão
Juiz afirma que nem o fato de o petista estar sendo julgado no escândalo do Mensalão fez com que o petista parasse de receber propina em outro esquema
Por Redação
08/03/2017 | 18:11

Ao condenar – pela segunda vez – o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu na Operação Lava Jato, o juiz Sergio Moro classificou a conduta do petista como “perturbadora” ao mencionar que ele, mesmo sendo julgado no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo escândalo do Mensalão, continuava recebendo propina relacionada a outro esquema de corrupção, desta vez envolvendo a Petrobrás. Para Moro, nem a mais alta Corte do país inibiu o comportamento do petista.

“O mais perturbador, porém, em relação a José Dirceu de Oliveira e Silva consiste no fato de que praticou o crime inclusive enquanto estava sendo processado e julgado pelo plenário do Supremo Tribunal Federal na Ação Penal 470 (Mensalão), havendo registro de recebimento de propina, no presente caso, até pelo menos 23/07/2012. Nem o processo e o julgamento pela mais alta Corte do país representou fator inibidor da reiteração criminosa, embora em outro esquema ilícito. Agiu, portanto, com culpabilidade extremada, o que também deve ser valorado negativamente”, destacou Moro na sentença.

 

 

Fonte: Veja

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.