BUSCAR
BUSCAR
Transtornos
Chuvas: sobe para 11 número de mortos na Baixada Santista
Previsão para esta terça-feira (3) é de chuva moderada a forte em todo o litoral
Agência Brasil
03/03/2020 | 14:02

Pelo menos onze pessoas morreram devido às fortes chuvas que atingem a região metropolitana da Baixada Santista, litoral sul de São Paulo, desde a noite desta segunda-feira (2). Segundo a Defesa Civil do Estado, as mortes foram em Santos (1), em São Vicente (2) e no Guarujá (8). De acordo com os últimos dados, uma pessoa está desaparecida em São Vicente e duas, no Guarujá.

Segundo o Núcleo de Gerenciamento de Emergência da Defesa Civil do Estado, o acumulado de chuvas nas últimas 12 horas no Guarujá foi de 282 milímetros (mm); em Santos, de 218 mm; em Praia Grande, 170 mm; em São Vicente, 169 mm; em Mongaguá, 160 mm; em Cubatão, 132 mm; e em Itanhaém e Bertioga o acumulado foi de 110 mm.

A previsão esta terça-feira (3) é de chuva moderada a forte em todo o litoral de São Paulo, incluindo a Baixada Santista. As chuvas ocorrem devido à formação de uma área de baixa pressão na região e à circulação dos ventos nos níveis altos da atmosfera. Durante a noite desta terça e a madrugada de quarta-feira (4), o sistema se afasta e com isso diminui o risco de chuva forte na região. Segundo a Defesa Civil do Estado de São Paulo, o acumulado previsto para a Baixada Santista para as próximas 24 horas é de 60 a 70 mm.

Pelo Twitter, o prefeito João Doria informou que sobrevoou a região no início da tarde: “Vim para a região da Baixada Santista acompanhar de perto os trabalhos da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros para encontrar os desaparecidos e retirar moradores das áreas de risco”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.