BUSCAR
BUSCAR
Saúde
Brasileiro tem confirmado primeiro teste para coronavírus
Com 61 anos, ele mora em São Paulo e esteve na Itália em fevereiro. Segundo nota do Ministério da Saúde, ele apresenta sinais brandos da doença
O Globo
26/02/2020 | 08:45

Um morador de São Paulo que chegou ao país vindo da Itália é o primeiro brasileiro com coronavírus. Um primeiro exame atestou positivou para a doença, segundo o Ministério da Saúde nesta terça-feira. Trata-se de um brasileiro de 61 anos que foi atendido no Hospital Albert Einstein, na capital paulista. Ele esteve na Itália, que já registrou mais de 320 casos, com pelo menos 4 mortes. Segundo nota do Ministério da Saúde, o brasileiro apresenta sinais brandos da doença, como tosse seca, febre, dor de garganta e coriza.

O hospital enviou a amostra para o laboratório Instituto Adolfo Lutz, de referência nacional, para ser realizada a contraprova. Segundo fontes, o resultado da contraprova também deu positivo. A divulgação oficial do resultado será feita esta manhã pelo ministério.

A investigação está sendo conduzida pelo ministério e pelas secretarias estadual e municipal de Saúde de São Paulo.

De acordo com o ministério, as secretarias estadual e municipal de Saúde de São Paulo estão realizando a identificação dos contatos que o paciente teve com outras pessoas na residência do paciente, no hospital e no voo, com o apoio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da companhia aérea.

Em nota, a prefeitura de São Paulo informou que “a Secretaria Municipal de Saúde permanece com os cuidados já divulgados, os servidores da área passaram por treinamento e estão preparados para atender e encaminhar casos suspeitos”.

Na Europa, a epidemia está mais concentrada na Itália, com pelo menos sete mortes. A primeira morte ocorreu na sexta-feira passada.

Outros países na região relataram casos de coronavírus — Áustria, Croácia, Suíça, Omã, Iraque e Afeganistão.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.