BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2018
Bolsonaro promete que vai respeitar Constituição e eliminar privilégios
Ao falar sobre a necessidade de um ajuste nas contas, Bolsonaro disse que “o déficit público primário deve ser eliminado o mais rápido possível”. E se comprometeu a reduzir o inchaço da máquina pública
Redação
29/10/2018 | 10:10

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) comprometeu-se neste domingo, 28, em pronunciamento feito logo após ele vencer matematicamente a disputa, respeitar a Constituição e assegurou que seu governo respeitará as liberdades individuais. Ao encampar um discurso de unidade, Bolsonaro também se comprometeu a enxugar o Estado brasileiro, eliminar o déficit público e recuperar a imagem do País no exterior.

Ao falar sobre a necessidade de um ajuste nas contas públicas, Bolsonaro disse que “o déficit público primário deve ser eliminado o mais rápido possível”. E se comprometeu a reduzir o inchaço da máquina pública. “O governo dará um passo atrás, reduzindo estrutura, cortando benefícios e privilégios”, assinalou.

Ao reforçar o discurso de renovação, Bolsonaro ressaltou que o País hoje precisa de “mais Brasil e menos Brasília”. Ele prometeu também “recuperar” a imagem do Brasil no exterior, atacando a política externa adotada por antecessores. “Libertaremos o Brasil e o Itamaraty das relações internacionais sui generis a que foram submetidos nos últimos anos. Recuperaremos o respeito internacional pelo nosso Brasil”.

Antes de ler seu discurso de vitória, Bolsonaro fez uma oração, atendendo a um pedido do senador Magno Malta (PR-ES). O presidente eleito também agradeceu aos médicos que o trataram e aos hospitais que o atenderam após a facada que sofreu em setembro.

Com 99,98% das urnas apuradas neste domingo, Bolsonaro tinha 55,13% dos votos válidos (57.793.695 votos), contra 44,86% (47.029.010 votos) do adversário no segundo turno, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT).

Entre os eleitores que compareceram, 2,14% votaram em branco (2.486.385) e 7,43% foram votos nulos (8.607.171). A abstenção foi de 21,3% do eleitorado.

 

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.