BUSCAR
BUSCAR
Declaração
Bolsonaro diz que Moro cobrou ser nomeado ministro do Supremo
Presidente participou de coletiva na tarde desta sexta-feira (24)
Redação
24/04/2020 | 17:35

Durante uma coletiva realizada na tarde desta sexta-feira (24), o presidente da República Jair Bolsonaro afirmou que Sérgio Moro cobrou ser nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Moro pediu demissão do cargo de ministro da Justiça e da Segurança Pública nesta sexta, após a exoneração do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo.

Além disso, Bolsonaro também ressaltou que nunca pediu “para ser blindado, nem que blindassem minha família”.

Bolsonaro disse que luta “contra o sistema”. Sobre Moro, disse ainda: “Uma coisa é ter a imagem de uma pessoa, outra é conviver com ela.” Bolsonaro admitiu que cobrou Moro pela investigação sobre a facada.

Segundo Bolsonaro, Moro pediu a ele para que a troca do comando da Polícia Federal ocorresse após o então ministro da Justiça e ex-juiz ser indicado ao Supremo Tribunal Federal. “É desmoralizante para um presidente ouvir isso”, afirmou Bolsonaro.

“Conversando ontem com Moro chegou a questão do Valeixo. Eu disse que tava na hora de colocar um ponto final nisso. Ele tava cansaço, fazendo como pode o seu trabalho. Pessoalmente, não tenho nada contra ele, conversei poucas vezes com ele e a maioria das vezes tava o Moro do lado. Então, eu falei que amanhã o diário oficial publicaria a exoneração do Valeixo. E, pelo o que tudo indicada, a exoneração era a pedido. Ele (Moro) relutou e falou: mas o nome tem que ser o meu. Eu disse para conversarmos”.

*Com informações do Estadão

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.