BUSCAR
BUSCAR
Consequências
Após pressão de caminhoneiros, União suspende tabela do frete
No ofício, o ministro da Infraestrutura argumenta que foi observada 'uma insatisfação em parcela significativa dos agentes de transporte'
Redação
23/07/2019 | 08:13

Após pressão dos caminhoneiros, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, suspendeu a tabela de preços mínimos do frete rodoviário em decisão cautelar (provisória).

Oficialmente, ele pediu à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) que delibere sobre sua decisão. O novo tabelamento revoltou os caminhoneiros, que ameaçaram fazer novas paralisações.

Uma audiência extraordinária foi realizada no início da noite da última segunda- -feira, 22, e uma nova rodada de reuniões com representantes do setor e do governo acontecerá na quarta, 24.

No ofício, o ministro argumenta que foi observada “uma insatisfação em parcela significativa dos agentes de transporte.”

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.