BUSCAR
BUSCAR
Rio de Janeiro
Jovem obrigada a ficar nua em McDonald’s será indenizada em R$ 30 mil
A vítima foi levada pela gerente até o banheiro e obrigada a tirar a roupa para comprovar que não tinha roubado
Por Redação
17/10/2017 | 20:00

Uma ex-funcionária de uma franquia da McDonalds no Rio de Janeiro ganhou na justiça um processo criminal após ter sido obrigada pela gerente da loja a ficar pelada. O pedido foi feito porque a mulher, na época menor de idade, era suspeita de ter furtado R$ 80 e dois celulares de outra funcionária. Junto a mais duas atendentes, a vítima foi levada pela gerente até o banheiro e obrigada a tirar a roupa para comprovar que não tinha roubado. Com ela, foram encontrados R$ 150 e um papel de saque bancário, comprovando que aquele dinheiro não pertencia a outra pessoa.

Segundo a ex-funcionária, mesmo após os celulares e dinheiro serem encontrados com uma das mulheres levadas ao banheiro para tirar a roupa, nenhum pedido de desculpas foi feito a ela. A loja responsável pela franquia, Arcos Dourados Comércio de Alimentos Ltda, vai pagar R$ 30 mil em indenização unânime. “A reclamante foi submetida a tratamento vexatório e humilhante, uma vez que, mesmo defendendo-se de uma falsa acusação de furto feita por uma de suas colegas de trabalho, foi obrigada a se despir e ficar, sem roupa, em frente à gerente da empresa e a outras colegas de trabalho, tudo isso no banheiro do estabelecimento onde laborava”, afirmou na sentença o relator Mauricio Goldinho Delgado.

 

 

Fonte: Diário de Pernambuco

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.