Brasileiro quer mudança, diz agripino sobre queda de dilma na pesquisa cnt

Brasileiro quer mudança, diz Agripino sobre queda de Dilma na pesquisa CNT

A queda de 6,7 pontos percentuais nas intenções de voto à presidente Dilma Rousseff, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (29) pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), é uma mostra clara de que a população brasileira está desencantada com o atual governo e aspira por mudanças. A afirmação é do líder do Democratas no Senado, José Agripino.

“As pessoas sentem a falta de comando do governo federal nas promessas feitas e não cumpridas. É a questão da tarifa de energia elétrica que não para de subir, a queda nos investimentos do país. Tudo isso é percebido. As pessoas se desencantam com o governo e começam a ser mover na direção de outras preferências”, ressaltou.

Segundo a CNT, em um cenário com os três principais candidatos (Dilma, Aécio Neves e Eduardo Campos), Dilma teria hoje 37% das intenções de voto – em fevereiro, a chefe do Executivo tinha 43,7% de intenções. O senador Aécio Neves (PSDB) tem hoje 21,6% (contra 17% na pesquisa anterior); e o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), 11,8% (contra 9,9% em fevereiro).

O número de brancos e nulos, segundo a pesquisa, chegou a 20% nesse cenário, e 9,6% dos eleitores não souberam ou não responderam. “A campanha não começou. Essa queda é a percepção da população, do eleitor, com relação à qualidade do governo. A grande maioria do povo quer mudança“, diz Agripino.

Foram entrevistadas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 24 Unidades Federativas das cinco regiões, entre os dias 20 e 25 de abril de 2014.

TCE determina inspeção nas contas da Câmara Municipal de Tibau

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado acatou denúncia de três moradores do município de Tibau, região Oeste do Estado, e determinou a realização de inspeção nas contas da Câmara municipal, na gestão da vereadora Evaneide Fernandes da Costa, por supostos atos ilegais lesivos ao patrimônio público.

O processo foi relatado pelo auditor Marco Antônio de Moraes Rêgo Montenegro, na sessão desta terça-feira (29), que aceitou denúncia formulada por João Nolasco Neto, Nilton José da Silva e Juscielzo Rodrigues Rebouças e analisada pelo corpo instrutivo do TCE. O corpo técnico desta corte de contas registrou a existência de “provas suficientes para a realização de inspeção, in loco, com o intuito de averiguar de forma mais detida e aprofundada a ocorrência das possíveis irregularidades apontadas, bem como avaliar se houve falta de zelo e cuidado com a coisa pública”.

O Ministério Público Especial, por intermédio do procurador Carlos Roberto Galvão Barros, opinou pelo recebimento e processamento da denuncia, a fim de que, realizada a inspeção sugerida, “sejam emitidos os correspondentes relatório e documentos hábeis à avaliação dos fatos narrados”.

No seu voto, o conselheiro relatou que nos termos do artigo 79 da Lei Complementar nº 464/2012, qualquer cidadão, partido político, associação ou sindicato é parte legítima para denunciar ao Tribunal as irregularidades ou ilegalidades de que tiver notícia, atribuídas a administrador ou responsável sujeito à sua jurisdição. “Na hipótese vertente, esses requisitos encontram-se perfeitamente satisfeitos, conforme se observa à peça inaugural”.

Vereadores escutam seturn e sitoparn sobre bilhetagem única

Vereadores escutam Seturn e Sitoparn sobre bilhetagem única

Os vereadores da Câmara Municipal de Natal realizaram nesta terça-feira (29) a convocação dos representantes do Sindicato dos Transportes Alternativos do RN (Sitoparn) e do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Município de Natal (Seturn), para falar sobre a implantação da bilhetagem eletrônica única na capital potiguar.

A convocação teve início com as explicações do Seturn sobre seu posicionamento em relação ao sistema de bilhetagem unificada, pois o sindicato é detentor do único sistema vigente. Segundo o consultor técnico do Seturn, Nilson Queiroga, o sindicato já realizou a implantação da tecnologia em pelo menos metade dos transportes alternativos de Natal. A informação foi refutada pelo presidente do Sitoparn Pedro Santos.

“Hoje, 630 ônibus utilizam esta tecnologia e 41 permissionários utilizam este mesmo cartão. Somente outros 41 alternativos ainda não utilizam a bilhetagem unificada. A quantidade que não utiliza é muito pequena diante de todo o sistema de transporte”, ressaltou Nilson Queiroga. “Quero dizer aos vereadores que ate o final deste mês totalizamos uma estatística de um milhão de passagens através do Natal Card nos transportes alternativos de natal”, completou.

O consultor técnico do Seturn informou que o sistema de bilhetagem unificada começou a ser implantado de maneira piloto para os permissionários em outubro de 2012. “Começamos esse projeto piloto por linhas do Planalto, Mae Luiza e Zona Norte”, disse. “O que o Seturn fez foi uma terceirização de alguns alternativos. Nós queremos implantar a bilhetagem sem ficar refém desse sindicato”, rebateu o presidente do Sitoparn. “Nós somos uma formiguinha e vamos continuar lutando, pois temos várias documentos, atas de reuniões e outras provas de que essa bilhetagem não foi implantada”, acrescentou Pedro santos.

Durante a convocação, o vereador Sandro Pimentel (PSOL) se pronunciou informando que ia se retirar da sessão em protesto pelo não comparecimento do Seturn na convocação anterior e pela nova convocação atrapalhar a pauta do legislativo. “Eu não aceito participar dessa manobra em que uma empresa grande está descumprindo uma lei e tentando esmagar sua pequena concorrente, sobretudo quando a população é a principal prejudicada”, explicou o vereador.

A sessão de convocação foi encerrada pelo vereador Júlio Protásio (PSB), apoiado pela reivindicação dos demais vereadores presentes em virtude do protesto liderado pelos permissionários que interditou as duas pontes de acesso à zona norte da capital potiguar. “Nós estamos fazendo nossa parte e temos atendido aos pleitos e ouvido as vozes dos alternativos, então não podemos ser coniventes com um protesto que impede o direto do cidadão de ir e vir”, constatou Júlio Protásio, líder da bancada governista.

Governadora participa de lançamento do centro de mídia para a copa

Governadora participa de lançamento do centro de mídia para a Copa

A governadora Rosalba Ciarlini participou na noite desta terça-feira (29) da solenidade de lançamento do press point, o centro de mídia voltado aos jornalistas brasileiros e estrangeiros não credenciados para a cobertura da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. O evento foi realizado no auditório do Departamento de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, e contou com a participação de profissionais de comunicação social de outros países.

O press point é um espaço alternativo de apoio que oferecerá condições de conectividade à internet, ferramentas avançadas para edição de áudio e vídeo, redação completa e espaços para entrevistas. Os profissionais de comunicação contarão com apoio de voluntários fluentes em várias línguas. As instalações das duas redações estão montadas no prédio do Laboratório de Comunicação da UFRN.

Os profissionais selecionados receberão apoio logístico com a infraestrutura das duas redações montadas no Campus Central da UFRN, além de informações sobre formas alternativas de hospedagem na capital potiguar e um banco de pauta sobre assuntos e fontes relevantes do estado. O centro de mídia oferecerá 200 vagas mediante inscrição até o dia 10 de maio pelo site www.presspoint.ufrn.br.

A governadora Rosalba Ciarlini destacou a importância do centro para os profissionais, sobretudo pela divulgação espontânea gerada pelos jornalistas. “O lançamento do press point mostra exatamente a união da UFRN, do Governo do Estado e município. Todos nós estamos integrados para que Natal possa receber bem todos os que aqui chegam. Os profissionais não vão apenas cobrir os jogos, como também darão visibilidade ao Rio Grande do Norte através de matérias que mostrarão a nossa cultura, nosso turismo. Estamos felizes com as possibilidades que teremos com a Copa do Mundo”, declarou.

A solenidade de lançamento do Press Point teve também a participação do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves; da vice-reitora da UFRN, Maria de Fátima Ximenes; do superintendente de Comunicação da UFRN, José Zilmar da Costa; do diretor Geral da Arena das Dunas, Charles Maia; do secretário de Estado da Comunicação Social, Paulo Araújo, e do diretor técnico do Sebrae, João Hélio Costa.

Henrique, garibaldi e wilma reforçam palanque de larissa hoje

Henrique, Garibaldi e Wilma reforçam palanque de Larissa hoje

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB), e o ministro da Previdência, Garibaldi Filho (PMDB), voltam a participar da campanha de Larissa e Alex Moacir à Prefeitura de Mossoró, hoje (30), no bairro Santo Antônio.

É a segunda vez que prestigiam a chapa. Garibaldi Filho estreou na campanha no último dia 19 e Henrique, sábado (26). A novidade dessa vez, além da participação simultânea, é a presença da ex-governadora Wilma de Faria (PSB).

“Nossa campanha está na alma das pessoas, e convido o povo para trabalharmos ainda mais juntos nessa reta final, porque o lado do bem, da paz e a vontade de ter uma Mossoró diferente é quem vão ganhar essa eleição”, disse Larissa.

 

Gilberto kassab vai a mossoró apoiar francisco josé júnior

Gilberto Kassab vai a Mossoró apoiar Francisco José Júnior

O presidente nacional do Partido Social Democrático (PSD), Gilberto Kassab participa da campanha em Mossoró nesta quarta-feira (30). Kassab vem ao Rio Grande do Norte atendendo a um pedido do vice-governador e presidente estadual do PSD, Robinson Faria (PSD) e do candidato a prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD) para participar da campanha da eleição suplementar que ocorrerá no próximo dia 4 de maio.

Além da programação da campanha, Kassab irá conceder entrevista coletiva à imprensa mossoroense sobre a disputa estadual das eleições deste ano e os projetos do PSD no Rio Grande do Norte.

O vice-governador Robinson Faria (PSD), o deputado federal Fábio Faria (PSD), prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e liderança do partido também participam da agenda em Mossoró.

Kelps será líder do principal bloco de oposição dentro da assembleia

Solidariedade tenta evitar que Governo Federal pare reajuste salarial anual

O deputado Kelps Lima, presidente do SOLIDARIEDADE no Rio Grande do Norte, pretende tornar público seu pedido para que a bancada federal potiguar apoie a aprovação do projeto apresentado terça-feira, 29 de março, pelo presidente nacional do partido SOLIDARIEDADE, deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força Sindical, para garantir o aumento do salário mínimo pelos próximos anos até 2023.

A intenção do deputado Paulinho é evitar que o Governo Federal venha a alegar, a partir de 2015, falta de recursos para não mais reajustar o salário mínimo nas mesmas bases atuais do cálculo dos aumentos.

De acordo com a divulgação oficial feita no site do SOLIDARIEDADE nacional, (no link –http://www.solidariedade.org.br/noticias/1527/ ) , a política de aumentos anuais foi negociada pelas centrais sindicais com o Governo Federal no ano de 2006. Pelo acordo, todo ano o salário mínimo é atualizado não só pela reposição da inflação, como recebe um aumento real, equivalente ao crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) registrado nos dois anos anteriores.

Embora o acordo tenha sido selado no Governo Lula, uma lei de 2011 estabeleceu sua garantia até 2015. O problema é que, com a desculpa de “orçamento apertado”, o governo Dilma vem acenando com a possibilidade de não manter a política.

“É fundamental que tenhamos uma lei que garanta o acordo para os próximos anos”, afirmou Paulinho. “O aumento do salário mínimo é uma forma comprovada de distribuição de renda e desenvolvimento econômico que beneficia toda a sociedade e, principalmente, os mais pobres. Essa política também cria um clima favorável para as negociações salariais, fazendo com que muitas categorias obtenham aumento de seus pisos salariais”, disse o presidente nacional do SOLIDARIEDADE.

Solenidade na câmara homenageia dia mundial do escotismo

Solenidade na Câmara homenageia Dia Mundial do Escotismo

O vereador Jacó Jácome(PMN) realizou nesta terça-feira (29) sessão solene, na Câmara Municipal de Natal, em homenagem ao Dia Mundial Do Escoteiro, celebrado oficialmente em 23 de abril.

A sessão solene em homenagem ao Dia Mundial do Escotismo teve a mesa composta por Ivan Alves do Nascimento, presidente dos Escoteiros do RN, Pedro Henrique dos Santos, coordenador da Rede Jovem, pelo presidente do Grupo de Candelária representando, Wendel Barros, o ex presidente dos Escoteiros do Estado, Carlos Roberto Pinto  Lopes e pela diretora financeira do Escotismo, representando o Conselho Regional de Contabilidade, Lieda Amaral.

“Os escoteiros do RN vem prestando um serviço inigualável e inexplicável. Essa atividade tira, previne e combate os males desta sociedade como o uso de drogas. Essas más ofertas que nossa juventude recebe e infelizmente tem chegado aos mais distantes locais do nosso pais”, disse o vereador. “Quando entrei no escotismo propus ser antes de tudo um cidadão que respeita as leis do escotismo, com o objetivo de dentro do nosso segmento contribuir com o crescimento da atividade escotista no RN”, completou.

O vereador falou ainda sobre o apoio parlamentar que tem dado aos escoteiros. Jacó Jácome é autor da emenda à Lei Nº 089/07 que institui na rede municipal de educação o projeto Escotismo nas Escolas. O projeto receberá o apoio dos 18 grupos escotistas de Natal.

“Obrigado escoteiro e vereador Jacó Jácome, que sempre ajudou com ideias e mobilização jovem o movimento dos escoteiros. Nos sentimos honrados por sermos homenageados como educadores desta cidade. Prometemos cumprir nossos deveres para com Deus, com o próximo e nós mesmos”, disse o presidente Ivan Alves.

Ao final da sessão o vereador Jacó Jácome entregou placas de homenagem aos diversos grupos de escotismo de Natal, além de duas comendas especiais entregues ao atual presidente e ao ex-presidente dos Escoteiros do norte-rio-grandense.

Mesa diretora lê pedido de impeachment contra rosalba

Mesa diretora lê pedido de impeachment contra Rosalba

O pedido de impeachment contra a governadora Rosalba Ciarlini Rosado foi lido pela Mesa Diretora da ALRN na sessão desta terça-feira (29). O processo foi protocolado na semana passada e entregue por representantes do Movimento Articulado de Combate à Corrupção (MARCCO/RN) e solicita-se, ainda, o afastamento imediato da governadora das funções.

O pedido de Impeachment entregue à ALRN denuncia a governadora pelos seguintes crimes de responsabilidade: Uso de bens e serviços públicos do Estado para promover a campanha política nas Eleições Municipais em Mossoró/RN no ano de 2012, promovendo o impedimento ao livre exercício do voto pelos cidadãos mossoroenses; Atos de improbidade administrativa imputados pelo Ministério Público Estadual; e Transporte de verbas do orçamento sem autorização legal, através da suplementação acima do limite legal permitido pela LOA 2012 e da transferência de recursos constitucionalmente vinculados à educação para pagamento de pessoal inativo.

Os representantes do MARCCO ainda denunciam a chefe do Executivo por afronta às regras de competências constitucionais que asseguram a independência entre os Poderes e órgãos com autonomia financeira (LOA 2013 e LOA 2014), através da decisão política de não repassar integralmente os valores dos orçamentos dos Poderes Legislativo e Judiciário, além do Ministério Público e do Tribunal de Contas, manipulando dados financeiros para uma readequação orçamentária decorrente de frustração de receita inexistente (corte orçamentário arbitrário por ato governamental ilegal em 2013 e ausência de qualquer ato em 2014;  e descumprimento generalizado das decisões do Poder Judiciário em todas as áreas de Governo. Pelo menos 26 ações descumpridas.

Segue o passo a passo do processo de impedimento:

1 – Leitura em plenário do pedido protocolado na Assembleia Legislativa e remessa à CCJ
2 – CCJ analisa a admissibilidade formal, verificando se há legitimidade dos proponentes e se atendem aos requisitos legais, se os fatos citados constituem objeto de investigação no âmbito do Legislativo e se as partes citadas são passíveis de serem responsabilizadas.
3 – Processo segue para o plenário para deliberação final sobre a admissibilidade ou não do pedido.
4 – Não sendo acatado, o processo de impeachment é arquivado. Caso seja admitida a denúncia pelo plenário, a Mesa Diretora emite ato para que seja criada uma comissão especial formada por cinco deputados estaduais eleitos. Paralelamente, cópia do processo é remetida ao Tribunal de Justiça do Estado. O TJRN sorteia cinco desembargadores.
5 – É instalado o Tribunal Especial, presidido pelo presidente do TJRN, e formado pelos cinco deputados e cinco desembargadores. Este tribunal vai analisar o mérito da denúncia.
6 – O afastamento, caso seja necessário, se dará por votação do Tribunal Especial e aprovação de dois terços de seus membros.

Partidos têm até hoje para prestar contas à Justiça Eleitoral

O prazo para todos os 32 partidos entregarem à Justiça Eleitoral a prestação anual de contas termina hoje (30). A regra está prevista na legislação eleitoral e é necessária para fiscalizar os recursos recebidos pelas legendas, oriundos do Fundo Partidário ou com origem própria.

Após a entrega da documentação referente a 2013, os dados serão analisados por técnicos da Justiça Eleitoral. Se o partido não entregar a prestação de contas nesta quarta-feira, será notificado sobre a pendência, cuja permanência implicará a suspensão das cotas do Fundo Partidário. Além disso, os partidos poderão ser condenados a devolver os recursos não comprovados.

De acordo com levantamento do Tribunal Superior Eleitoral, em abril, todos os partidos receberam R$ 25 milhões do Fundo Partidário. A legenda que mais recebeu recursos foi o PT, R$ 4,1 milhões.  O PMDB recebeu R$ 2,9 milhões, e o PSDB, R$ 2,8 milhões. O único partido que não recebeu foi o PCB, punido pela desaprovação das contas. De acordo com a legislação, todos os partidos têm direito a 5% dos recursos do Fundo Partidário. O rateio de 95% varia de acordo com a votação obtida na Câmara dos Deputados.