Deputada Larissa Rosado pede liberação de verba para a UERN

Em sessão ordinária da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira a deputada estadual Larissa Rosado (PSB) requereu ao governo do Estado liberação de recursos contingenciados da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern).

A parlamentar alerta que o bloqueio no orçamento da Uern prejudica a instituição, pois está retendo R$ 893 mil e 100 para custeio e R$ 1 milhão e 942 mil para investimento, embora assegurados no Orçamento do Estado de 2012.

“O contingenciamento compromete melhoria nas condições de ensino, manutenção dos prédios dos campis e núcleos avançados, compra de combustível e do material do dia-a-dia da universidade”, adverte Larissa.

Além disso, obras importantes, como a do Campus de Caicó, da Faculdade de Ciências Naturais (Fanat) e conclusão da guarita e da pavimentação do Campus Central estão pendentes devido à falta de recursos.

Placar no TRE está de 3×0 para cassação do mandato de Dibson Nasser

O processo que pede a cassação do deputado estadual Dibson Nasser (PSDB) volta ao plenário na sessão desta quarta-feira, do Tribunal Regional Eleitoral. O placar está 3 a zero pela cassação de Dibson. Votaram até agora os juízes eleitorais Jaílson Leandro, Ricardo Moura e Ricardo Procópio. Hoje será proferido o voto do juiz Verlano Medeiros, que na última sessão em que o caso esteve em pauta, pediu vistas do processo. Também deverão votar hoje o juiz Carlos Virgílio e o desembargador Amílcar Maia. O presidente da Corte, desembargador João Rebouças, se absterá de votar, alegando suspeição. À jornalista Thaisa Galvão, Verlano Medeiros afirmou que ainda está estudante o processo. “É complexo”, disse Verlano, afirmando que vai entrar pela madrugada analisando os 10 volumes. Se der empate, segundo Verlano, o substituto de Rebouças será convocado. No caso, o desembargador Virgílio Fernandes Macedo.

Ex-governador Iberê Ferreira passa mal e é internado na UTI

Ex-governador do Rio Grande do Norte, Iberê Ferreira de Souza (PSB) foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Lucas em Natal.

Ele deu entrada na unidade hospitalar na segunda-feira sofrendo efeitos do tratamento contra o câncer que enfrenta desde o início de 2010. Primeiro, ele teve um câncer no pulmão e no ano passado foi detectado um tumor no cérebro que ele vinha tratando em São Paulo.

O ex-governador foi à UTI como forma preventiva, logo que chegou, para permitir que a equipe médica pudesse fazer uma avaliação detalhada.

No dia 2 de maio Iberê Ferreira passou por uma radiocirurgia para a eliminação de um tumor de 0,8 centímetros no cérebro.

No final da tarde de ontem, Iberê deixou a UTI e foi para um apartamento, mas sem previsão de alta.

Governadores do Norte e Nordeste pressionam Congresso por votação

Passadas as eleições municipais, governadores de estados do Nordeste e do Centro-Oeste estiveram ontem no Senado para reivindicar ao presidente José Sarney (PMDB-AP) que acelere o processo de votação do projeto de lei que altera as regras do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e a proposta que trata da redistribuição dos royalties do petróleo (ainda em tramitação na Câmara). A intenção do presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), é iniciar a votação dos royalties esta semana.

O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, pediu a ajuda de Sarney para marcar uma audiência dos governadores do Norte, Nordeste e Centro-Oeste com a presidenta Dilma Rousseff. Segundo ele, os estados dessas regiões também reivindicam a renegociação de suas dívidas e compensações à desoneração de tributos compartilhados como o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Cláudia Regina terá Orçamento com R$ 113 milhões a mais do que Fafá

A prefeita eleita Cláudia Regina (DEM) terá ano que vem um Orçamento Geral do Município de R$ 536.711.223, R$ 113.794.595 a mais que os R$ 422.916,628,00 que a prefeita Fafá Rosado (DEM) dispôs em seu último ano de gestão. Os números foram revelados durante audiência pública que tratou da aplicação dos recursos no próximo ano.

Desses recursos na ordem de R$ 132 milhões (24%) para investimentos. “Esse percentual de investimento permitirá a manutenção dos investimentos em atração de emprego e renda garantindo o desenvolvimento econômico e social do nosso município”, afirma a secretária municipal de Planejamento, Fátima Marques, durante audiência pública que debateu o Orçamento ontem à tarde.

O Mossoroense

Eleitor que não votou no segundo turno tem até 27 de dezembro para justificar ausência

O eleitor que deixou de votar no segundo turno das Eleições 2012 por estar fora de seu domicílio eleitoral e não justificou a ausência neste domingo (28), dia da eleição, poderá apresentar a justificativa até o dia 27 de dezembro. Já quem faltou ao primeiro turno do pleito deve regularizar a situação até o dia 6 do mesmo mês. No Brasil, o voto é obrigatório para quem tem de 18 a 70 anos.

A justificativa deve ser apresentada em qualquer cartório eleitoral do país. Para tanto, o eleitor deve preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral, que pode ser obtido, gratuitamente, nos cartórios eleitorais e nos postos de atendimento ao eleitor.

O documento também pode ser baixado em formato PDF no site do TSE. Para preencher o formulário, é indispensável que o eleitor tenha o número do título. Além do requerimento devidamente preenchido, o eleitor também terá de apresentar um documento com foto, que pode ser a carteira de identidade ou documento de valor legal equivalente (identidades funcionais), como certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação.

O eleitor que não votar e não apresentar justificativa fica impedido, entre outras coisas, de tirar passaporte, inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles, e renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo, entre outras sanções.

TRE/RN

Partidos de oposição, PSDB e DEM crescem nas metrópoles brasileiras

Na contramão do encolhimento nacional, os dois principais partidos de oposição ao governo federal cresceram nas nove principais regiões metropolitanas do país.

PSDB e DEM terão, juntos, 33 prefeituras nessas regiões –cinco a mais do que possuem hoje– e vão governar para 7,1 milhões de pessoas, ante os 3,3 milhões atuais, uma alta de 114%.

Apesar desse suspiro, as duas legendas continuam distantes nessas grandes áreas urbanas dos patamares alcançados pelos principais partidos da base aliada do governo de Dilma Rousseff, como PT, PMDB e PSB.

Folha Online

PT elege o governador Eduardo Campos o adversário número um

Nada de Aécio Neves (PSDB-MG). O alvo maior da preocupação do PT a partir de agora é alguém que, pelo menos oficialmente, é aliado do partido e do governo da presidenta Dilma Rousseff: o presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos. É o que se depreende dos bastidores da reunião que a bancada do PT no Senado teve ontem (30) com o presidente do partido, Rui Falcão, para avaliar os resultados do segundo turno das eleições municipais, os efeitos do julgamento do mensalão e as estratégias para o futuro. E a conclusão foi a seguinte: é preciso ficar muito atento aos próximos passos dados por Eduardo Campos.

O PT venceu a principal eleição do país, com a vitória de Fernando Haddad em São Paulo. Foi também o partido que mais prefeitos elegeu entre as 85 maiores cidades do país. Cresceu em número de prefeituras, enquanto todos os partidos de oposição decresceram. Apesar dos vários motivos para comemoração, tratava-se de uma reunião de derrotados. Nenhum dos senadores que se candidatou a prefeito – no PT e em outros partidos – obteve êxito. Assim, a reunião com Rui Falcão acabou sendo mais de queixas. E as queixas concentraram-se especialmente em Eduardo Campos.

Congresso em Foco

PSB vence em cinco capitais e tem o melhor desempenho das eleições

As eleições municipais de 2012 reservaram ao PSB um lugar de destaque na política brasileira. Com as três vitórias em capitais que conseguiu no segundo turno das eleições, disputado no domingo 28, o partido chegou a cinco e se tornou a sigla com mais capitais governadas no país. São cinco no total, contra quatro do PT e do PSDB, três do PDT e duas de PMDB, DEM e PP. Outros quatro partidos governarão uma capital.

Neste domingo, o PSB venceu com Roberto Claudio (Fortaleza), Mauro Mendes (Cuiabá) e Mauro Nazif (Porto Velho), que se juntam a Marcio Lacerda (PSB) e Geraldo Julio (Recife), prefeitos eleitos no primeiro turno das eleições. Para o PSB é um crescimento importante, pois o partido entrou nas eleições com três capitais governadas (Belo Horizonte, Curitiba e Boa Vista).

A confirmação do crescimento nas capitais completa o bom resultado do PSB no primeiro turno. O partido foi o quarto mais votado (pouco mais de 8 milhões de votos) e ampliou em 42% o número de prefeituras (é o quinto maior do país) e em 18% o número de vereadores eleitores (é o sexto maior).

Derrotado no primeiro turno, Rogério deseja “boa sorte a Carlos Alves”

O presidente estadual do PSDB, Rogério Marinho, também lançou uma nota ao término desta eleição. Eis:

“Este é o momento de desejar boa sorte a Carlos Alves, prefeito de Natal a partir de janeiro. Espero que ele possa recuperar a nossa cidade. Quero elogiar a postura do deputado estadual Hermano Morais e agradecer a todos os natalenses que votaram em nosso nome no primeiro turno e seguiram a nossa orientação no segundo. Vamos manter a chama acesa e nos guardar para os próximos embates, a população democraticamente escolheu o seu prefeito. Quanto ao PSDB, iremos fazer a nossa parte: uma oposição vigilante e propositiva, ajudando a cidade e respeitando a vontade do eleitor.

Rogério Marinho

Deputado federal e presidente estadual do PSDB”