Gilson moura: “eu sou o candidato ficha limpa de parnamirim”

Gilson Moura: “Eu sou o candidato ficha limpa de Parnamirim”

Durante o ato público realizado na Praça da Matriz, no centro de Parnamirim, na manhã de hoje (29/09), o candidato a prefeito Gilson Moura (PV), apresentou a sua certidão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte que atesta que ele é um candidato ficha limpa. O prefeito Maurício Marques (PDT) não compareceu ao desafio proposto pelo deputado Gilson Moura para apresentar sua ficha, mas as dezenas de processos a que ele responde estavam lá, em um carrinho de supermercado, para que a população pudesse consultar.

“Até agora o atual prefeito fugiu de todos os debates e hoje fugiu também do nosso desafio ficha limpa. Eu estou aqui, em praça pública, para mostrar para a população que sou um candidato ficha limpa, que não respondo a nenhum processo. Mas Maurício Marques responde a dezenas de processos e é por isso que ele não veio, é por isso que ele não aparece em nenhum debate”, disse o candidato.

 

Carlos Eduardo é multado pela segunda vez em menos de 24 horas por distorcer pesquisa

Pela segunda vez, em 48 horas, o candidato a prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT) e sua coligação União por Natal foram multados pelo juiz eleitoral José Dantas de Paiva a pagar multa por manipulação de pesquisa eleitoral em seu programa de tevê veiculado na tarde do dia 10 de setembro. Por causa disso foi aplicada uma multa de pouco mais de R$ 50 mil (50 mil UFIRs).

A decisão foi publicada ontem às 17h. O juiz acatou representação da coligação Natal Merece Respeito, de Hermano Morais, candidato a prefeito pelo PMDB. Na primeira vez, a multa aplicada a Carlos Eduardo e sua coligação foi publicada dia 25 passado, com multa de 10 mil UFIRs (R$ 10.600)pelo mesmo motivo, masdaquela vez, por causa da veiculação das mesmas pesquisas à noite.

A representação foi pelo mesmo motivo, mas se refere a períodos diferente do dia em que foram exibidos os programas. Em ambos os casos há perda de dois minutos e dezesseis segundos no programa de Carlos Eduardo. O advogado da União por Natal, Rodrigo Alves,preferiu não comentar sobre a sentença. Ele alegou que ainda não tinha conhecimento da decisão e preferiu não comentar o assunto. Como na primeira vez, o juiz José Dantas de Paiva recebeu dacoligação de Hermano Morais, cópia doprograma e a degravaçãodos mesmo, ou seja, otexto por escrito do quefoi veiculado no programa eleitoral de CarlosEduardo. Não foi pedidodireito de resposta.

Gilson Moura desafia Maurício para um debate em praça pública

Com um discurso crítico e, ao mesmo tempo, cheio de propostas de trabalho, o candidato a prefeito de Parnamirim, Gilson Moura, encerrou a caminhada realizada na noite desta sexta-feira (28) entre os bairros Jardim Planalto e Centro. O candidato voltou a criticar a falta de ações da atual administração e citou que o município teve de devolver recursos federais por falta de gestão. “Foram disponibilizados no Orçamento Geral da União R$ 56 milhões para serem aplicados em obras de saneamento nos bairros de Nova Parnamirim e Emaús, mas a atual gestão foi incapaz de realizar essas obras e os recursos tiveram de ser devolvidos”, disse.

Gilson Moura também lamentou a ausência de Maurício Marques no último debate, realizado pela TV União e fez um desafio. “Ele fugiu de todos os debates que foi convidado. Infelizmente ele parece não querer discutir os problemas de Parnamirim. Mas eu lanço um desafio: vamos para a praça pública discutir propostas para melhorar a vida do povo. E vamos mostrar as nossas fichas para a população. A minha é limpa. E a sua”, indagou Gilson.

Rogério Marinho diz que Natal parece um “cemitério de obras inacabadas”

Parque da Cidade, Mercado das Rocas, cemitério do Planalto, saneamento de Nossa Senhora da Apresentação e de Capim Macio. Dois fatos em comum ligam todas estas obras. Primeiro; os projetos foram iniciados ainda na gestão passada. Segundo; nenhuma destas obras foi concluída até hoje.

Diante desta realidade, o deputado federal Rogério Marinho (PSDB), candidato a prefeito de Natal, disse que a cidade atualmente mais parece um “cemitério de obras inacabadas”. Segundo o parlamentar, o município está nesta situação devido a “falta de planejamento, de comprometimento e de gestão” a que tem sido submetido. A posição do candidato foi externada durante entrevista concedida na noite desta sexta-feira (28) na 96 FM.

Ainda de acordo com Rogério, “o ex-prefeito de forma muito competente tem explorado o medo da população, diante da catástrofe que é a administração atual. Mas essa exploração não tem nada de positivo com relação ao que ele fez como prefeito, quando deixou uma marca ruim na cidade, mas como hoje está péssimo e ele está explorando esse medo da população, então hoje se analisa que é melhor ficar com o ruim porque hoje está pior”.

Rogério aproveitou para apresentar alguns dos seus projetos para Natal, propostas que estão inclusas em seu plano de governo, o “Transformar Natal”. O candidato propõe, entre outras coisas, construir clínicas para exames e imagens e o retorno do pronto atendimento Sandra Celeste para a Avenida Bernardo Vieira.

Sobre o transporte público, Rogério afirmou que este terá prioridade em seu governo caso seja vencedor do pleito. O parlamentar sugere a implantação de corredores exclusivos nas principais vias da cidade e garante que fará a licitação do setor, o que permitirá a redefinição de linhas e horários dos veículos.

Pouco antes de conceder a entrevista, Rogério comandou mais uma Caravana 45 ao lado do seu candidato a vice-prefeito, Haroldo Azevedo Filho (DEM). A movimentação desta sexta-feira foi em Nossa Senhora da Apresentação e também contou com a presença de vários candidatos a vereador da coligação “Natal olha pra frente”.

Nas Rocas, Carlos Eduardo promete retomar obra do Mercado Municipal

Os bairros das Rocas, Santos Reis e Brasília Teimosa, localizados na Zona Leste de Natal, receberam nesta sexta-feira (28) mais uma visita de Carlos Eduardo (PDT) e Wilma de Faria (PSB). A caravana da coligação “União Por Natal” voltou a movimentar as ruas dos três bairros, cujos moradores repetiram a acolhida calorosa à passagem dos candidatos a prefeito e a vice-prefeita.

Para Carlos Eduardo, a alegria com que ele e Wilma sempre são recebidos nas Rocas, em Santos Reis e em Brasília é fruto do trabalho que ambos desenvolveram não apenas naquelas comunidades, mas em toda a Natal. Um trabalho que, garantiu ele, avançará em sua futura gestão, proporcionando ainda mais melhorias para a região.

Uma das melhorias projetadas por Carlos Eduardo é a retomada da construção do Mercado Modelo das Rocas, o primeiro do gênero em Natal. Iniciadas em 2007, na administração do próprio Carlos Eduardo, as obras acabaram paralisadas na atual gestão, gerando prejuízos para os pequenos comerciantes que atuavam no antigo mercado e que terão espaço no que está sendo construído.

Carlos Eduardo assegurou também, inclusive em uma reunião comunitária de que participou em Santos Reis, logo após a caminhada, que reabrirá as creches fechadas recentemente em bairros da Zona Leste e de outras regiões. Essa reabertura foi muito solicitada pelos moradores em todos os três bairros por onde o candidato do PDT passou nesta sexta.

“Vamos restabelecer a normalidade administrativa na Prefeitura”, destacou ele, acrescentando que dedicará os primeiros meses de gestão a reorganizar o Município, normalizando serviços de limpeza pública, conservação da malha viária, de Saúde e de Educação.

Urbana realiza plantio de 40 árvores no bairro de Santos Reis

A Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana) realizou nesta quinta-feira, 27/09, o plantio de 40 árvores nos arredores da Escola Municipal Santos Reis, localizada na zona leste da capital.  Durante o período da tarde, as margaridas (mulheres garis) iniciaram o plantio que foi elogiado pelos moradores do bairro.

“Parabenizo a iniciativa e o esforço da Urbana em plantar árvores para acabar com esse ponto de lixo que foi criado por alguns populares e carroceiros neste local. O problema do acúmulo de lixo aqui era muito antigo e prejudicava alunos e famílias”, afirmou João Maria de Souza, morador da região.

Agripino faz campanha em dez municípios e exclui Natal

O senador José Agripino chega ao RN nesta quinta-feira (27) para percorrer mais de dez municípios neste último final de semana antes das eleições.

Na sexta-feira, Agripino estará em Extremoz para subir no palanque do candidato a reeleição pela coligação “ Extremoz cada vez mais forte”, Klaus Rego (PMDB).

No sábado o presidente do Democratas participará das campanhas de Bernadete Rêgo (DEM) em Riacho da Cruz,  Raimundo  Alves (DEM) em Severiano Melo,  Yria Queiroz  (DEM) em Água Nova  e Dr. Tadeu (PPS) em Luis Gomes.

No domingo, o senador segue a programação política em Umarizal, Portalegre, Itaú  e Pau dos Ferros  onde participa de grande comício do candidato a prefeito pelo Democratas, Fabrício Torquato.

Na segunda-feira Agripino ira à Nova Cruz para mobilização de campanha em favor da reeleição do prefeito Flávio Azevedo (PMDB). O vice da coligação “A Força do Povo”  é Marcelo Cunha Lima, do Democratas. 

Na próxima semana, o senador José Agripino não retornará à Brasília para trabalhos legislativos. A justificativa é: intensificar a participação democrata na reta final da campanha municipal no Rio Grande do Norte.

Carlos Eduardo falta a debate na UnP e é vaiado por alunos e professores

Encontro entre candidatos à prefeitura do Natal, promovido pela Universidade Potiguar, começou com muitas vaias ao ex-prefeito e candidato do PDT a prefeito de Natal, Carlos Eduardo, que não compareceu nem justificou ausência.

Público estimado no evento era de 300 pessoas.

Rogério: “Maior violência é negar educação de qualidade aos pobres”

A Universidade Potiguar (UnP) promoveu na noite desta quinta-feira (27) mais um debate entre os candidatos a prefeito de Natal. Mais uma vez presente, o deputado federal Rogério Marinho, nome do PSDB na disputa pela sucessão municipal, disse que o problema da educação brasileira não é restrito apenas a questões salariais dos professores ou de infraestrutura das escolas.

“O problema da educação não é só salário nem só estrutura. É um problema coletivo. Natal vive uma tragédia e o problema é varrido para debaixo do tapete. Um dos grandes culpados são as práticas corporativas. A maior violência que ocorre nas escolas é se negar ensino de qualidade para os filhos dos mais pobres, e todo ano pode faltar chuva, mas não falta greve”, disse Rogério.

Ainda no debate da UnP, o parlamentar destacou alguns dos seus projetos nas áreas de mobilidade urbana e educação. Para a primeira, garantiu que vai priorizar o transporte público, onde pretende investir para torná-lo mais seguro, eficiente e confortável.

Com relação a educação, o parlamentar explicou que é preciso definir metas para as escolas municipais. Além disso, afirmou que caso seja eleito no próximo dia 7 de outubro vai implantar o programa Escola Segura, onde será realizado um trabalho permanente de prevenção à violência, que funcionará em parceria com diversas instituições da cidade.

TSE decide que Câmara é que tem competência para julgar contas

Uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está dando esperança a muitos prefeitos e ex-prefeitos que tiveram suas contas reprovadas pelos Tribunais de Contas Estaduais (TCEs). Isso porque, nesta semana, o TSE decidiu manter, por maioria de votos dos ministros, para as eleições municipais deste ano, o deferimento do registro de candidatura de Sandoval Cadengue de Santana ao cargo de prefeito de Brejão, no agreste pernambucano. Ele havia sido condenado pelo TCE pernambucano, pela prestação de contas de 2001 e 2004, mas não pela Câmara Municipal da cidade e, por isso, vai poder ser candidato este ano.

A decisão confirmou o que decidiu o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE/PE), que concluiu na linha de entendimento do TSE que a competência do julgamento das contas do prefeito é da Câmara Municipal e, dessa forma, não havendo, no caso, decisão da Câmara de Vereadores rejeitando as contas, o candidato não estaria inelegível.

É importante ressaltar que essa decisão vai de encontro ao que está sendo decidido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN), que tem feito a distinção sobre contas de gestão e contas anuais. No Estado, as contas de gestão, que são gastos com obras, por exemplo, são de responsabilidade do TCE; enquanto as contas anuais, são competências da Câmara.

Dessa forma, se haver a distinção, aumenta o número de candidatos que poderiam ter o registro deferido no Tribunal Superior, por terem sido condenados apenas no TCE, mas dificulta a situação do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (do PDT, candidato em Natal) por exemplo. Ele foi condenado pela Câmara e, por isso, estaria inelegível. Claro que esse caso específico há liminar da Justiça comum suspendendo a decisão que o deixou em condição de inelegibilidade.

O Jornal de Hoje